Skip to content

BVS Veterinária oferece curso a distância na metodologia LILACS

BIREME Notícias

A Biblioteca Virtual em Medicina Veterinária e Zootecnia (BVS Vet Brasil), por meio de sua equipe executivaorganiza curso a distância com foco na metodologia da rede LILACS, que existe 25 anos e é o índice mais abrangente da literatura científica e técnica da América Latina e Caribe. O treinamento é destinado aos centros cooperantes da BVS Vet, instituições que participam da indexação de documentos para fazerem parte da rede.

 

 

altAs inscrições estão abertas e, neste primeiro momento, serão priorizadas as instituições que já cooperam com registros nas bases de dados da BVSVet (Vetindex e Vetteses), e que necessitam do curso para se tornarem auto-suficientes na sua participação.

O curso será ministrado a partir do segundo semestre, no período de 12 de setembro a 31 de outubro. Segundo Rodrigo Garcia, supervisor técnico da BVS Vet Brasil, a ideia é que no próximo ano o curso para os centros cooperantes inclua também o treinamento no Localizador de Informação em Saúde (LIS) e no Diretório de Eventos (DirEve), metodologias e aplicativos que integram a LILACS. 

altO supervisor também falou sobre as questões técnicas envolvidas no desenvolvimento do curso a distância. “Como solução tecnológica, foi utilizado o Learning Management System (LMS) desenvolvido pelo Laboratório de Arquitetura e Redes de Computadores (LARC) do Departamento de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (PCS-Epusp), o Tidia Ae (Tecnologia da Informação no Desenvolvimento da Internet Avançada - Aprendizado Eletrônico).

O ambiente colaborativo do projeto TIDIA Ae é o resultado dos esforços financiados pela Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). Em parceria com o projeto Sakai, o sistema utiliza o núcleo básico Sakai para desenvolver sua plataforma e suas ferramentas colaborativas. 

O curso oferecido pela BVS Vet tem como referência a capacitação realizada em abril de 2011 pela BIREME, centro especializado da OPAS/OMS vinculado à área de Gestão do Conhecimento e Comunicação.

AddThis Social Bookmark Button