Skip to content

Semana Mundial do Aleitamento Materno tem início em 1º de agosto

BIREME Notícias

A Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) pede um empenho renovado de todos os setores da sociedade para criar ambientes que apoiem o aleitamento materno, incluindo locais de trabalho, transportes públicos, serviços de saúde e outros lugares abertos como parques onde as mães com crianças pequenas estão mais presentes. Este apelo dá início à Semana Mundial do Aleitamento Materno 2011, de 1 a 7 de agosto.

 

Embora a amamentação tenha aumentado em muitos países das Américas, ainda há muito a ser feito para altotimizar as; práticas de amamentação. Na maioria dos países da região, menos da metade dos bebês começam a mamar durante sua primeira hora de vida, como recomendado pela OPAS/OMS. O aleitamento materno exclusivo durante os primeiros seis meses, também recomendado pela organização, é bastante baixo, entre 8% e 64% dos bebês, na média em diferentes países da América Latina.

“Precisamos reverter essas tendências através da criação de ambientes que apoiem a amamentação”, disse a diretora da OMS/OPAS, Mirta Roses. “A amamentação é uma das maneiras mais seguras, saudáveis e naturais para alimentar um bebê, no entanto, tende a ser algo feito em segredo em casa e fora da vista do público”, acrescentou.

O tema da Semana Mundial de Aleitamento Materno é: “Diga-me: Amamentação, uma experiência em 3D”. Busca atrair a atenção pública para a amamentação, falar sobre o tema com todos os membros da sociedade e demonstrar que a criação de ambientes favoráveis e amigáveis para amamentar é responsabilidade de todos.

Entre os exemplos de como criar este tipo de ambientes favoráveis para a amamentação materna incluem: transporte público que oferece vagas especiais para mães que estão amamentando, assim como locais de trabalho e espaços públicos que oferecem às mulheres lugares que alimentam seus bebês.

A amamentação é a intervenção preventiva mais eficaz que existe para evitar mortes de crianças menores de cinco anos. A pesquisa mostra que cerca de 20% de morte neonatal (menos de um mês) poderiam ser prevenidas se todos os recém nascidos começarem a receber leite materno durante sua primeira hora de vida.

Além disso, crianças que são amamentadas durante uma média de sete a nove meses têm seis pontos mais de QI que crianças que recebem leite materno por menos de um mês. A amamentação materna também ajuda as mães a perder peso e reduzir o risco de câncer de mama e câncer de ovário, como diabetes tipo 2.

Fundada em 1902, a OPAS/OMS é a organização de saúde pública mais antiga do mundo. Trabalha com todos os países das Américas para melhorar a saúde e qualidade de vida das pessoas na região. Seu secretariado atua como Escritório Regional para as Américas da Organização Mundial de Saúde.

World Alliance for Breastfeeding Action (Waba) lançou um calendário comemorativo da Semana Mundial de Aleitamento Materno 2011, contendo informações sobre como desenvolver esse tema tão complexo e atual, sugerido para este ano. Leia mais.


Acesse artigos e outras fontes de informação na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS):

Portal regional da BVS: www.bvsalud.org

BVS Aleitamento Materno: www.bvsam.icict.fiocruz.br

Hotsite BVS Semana do Aleitamento Materno 2010: http://hotsites.bvsalud.org/breastfeedingweek2010/pt


Links relacionados:

Página da Waba sobre a data www.worldbreastfeedingweek.org

Sobre a Campanha da Amamentação no Brasil

Páginas da OMS sobre a data aqui e aqui

Curta e acompanhe o tema pelo Facebook aqui

AddThis Social Bookmark Button