Skip to content

Dia Mundial da Malária: "Mantenha o progresso, salve vidas: Invista no Controle da Malária"

altO Dia Mundial da Malária foi lançado em 25 de abril de 2007 com a finalidade de chamar a atenção sobre esta doença, construir compromissos e mobilizar as ações para alcançar as metas de redução da malária ao nível comunitário, dos países e da região. Este ano o tema da campanha é “Mantenha o progresso, salve vidas: Invista no Controle da Malária”.

Durante os últimos dez anos, com o alinhamento dos países membros na Região, dezoito de vinte e um países onde a malária é endêmica, lograram reduzi-la. Nove destes países reportaram reduções maiores de 75%, alcançando assim tanto as metas do “Roll Back Malaria” quanto às dos “Objetivos de Desenvolvimento do Milênio” das Nações Unidas.

Um foco importante dos esforços de defesa contra a malária deste ano é a campanha da Organização Mundial da Saúde "T3" (Test, Treat and Track - em inglês, ou "Teste, Trate e Controle").

A malária é uma doença causada por um parasita Plasmodium, que é transmitida pela picada de um mosquito infectado. Somente o mosquito anopheles transmite a malária. Os sintomas desta doença podem incluir febre, vômitos e/ou dor de cabeça. A forma clássica de manifestação no corpo são "febre, sudorese e calafrios" que aparecem de 10 a 15 dias após a picada do mosquito.

As amostras de sangue são examinadas sob um microscópio para o diagnóstico da malária, onde o parasita é detectado no interior das células vermelhas do sangue. Testes de Diagnóstico Rápido (RDT, em inglês) são utilizados para diagnosticar a malária em áreas remotas onde os microscópios não podem ser usados. Os parasitas Plasmodium vivax e P. falciparum são os mais comuns nos casos de malária, enquanto que os parasitas P. malariae e P. ovale são menos conhecidos. Destes, a infecção adquirida por P. falciparum é o mais fatal se não for tratada a tempo, o que pode gerar graves complicações renais e cerebrais e até mesmo causar a morte.

A cloroquina foi o tratamento preferido para a malária e é ainda utilizada na maioria dos países para o tratamento do P. vivax, no entanto, o parasita P. falciparum desenvolveu uma resistência ao tratamento. Atualmente, é recomendada a terapia combinada à base de artemisinina como tratamento primário contra este parasita.

Dentre as medidas preventivas se recomenda o uso de mosquiteiros tratados com inseticida e a pulverização residual de inseticidas, suas funções são a redução do risco de picadas de mosquitos infectados.

Dia Mundial da Malária representa uma chance para fazermos a diferença

A OPAS/Brasil apoia à Coordenação Geral do Programa Nacional de Controle da Malária no Brasil, elaborada para fortalecer as estratégias de atenção primaria em saúde. Através do Programa, o tratamento da malária tem como objetivos:

- Interromper a multiplicação dos parasitos em sangue, que são os responsáveis da enfermidade e os sintomas da infecção, causantes de febre e anemia;

- Destruir as formas parasitas que ficam latentes no fígado, para evitar recaídas pelas espécies P. vivax e P. ovale e;

- Interromper a transmissão do parasito, mediante o uso de medicamentos que impedem o desenvolvimento das formas parasitas que são infectantes para o mosquito.

O Dia da Malária nas Américas é celebrado todos os anos no dia 6 de novembro, desde de 2007 após a 27.a Conferência Sanitária Pan-Americana, celebrada en Washington, D.C., nos Estados Unidos. (Para ver o texto completo em espanhol da resolução CSP27.R11, clique aqui).

Fundada em 1902, a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) é a organização internacional de saúde pública mais antiga do mundo. Ela opera com todos os países das Américas visando melhorar a saúde e a qualidade de vida dos povos do Hemisfério, e serve de Escritório Regional da Organização Mundial da SAÚDE (OMS). Para mais informações sobre a OPAS e a OMS, visite o site www.paho.org.

Para mais informação sobre a Malária nas Américas, consulte os documentos disponíveis na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) e Redes Associadas sobre o tema "Controle da Malária":

Português:

http://goo.gl/KAhwl

Espanhol:

http://goo.gl/kUWRZ

Inglês:

http://goo.gl/RY9bG

AddThis Social Bookmark Button