Skip to content

OPAS/OMS no Brasil e Ministério da Saúde realizam capacitação de profissionais e gestores sobre a gripe H1N1

Imprimir E-mail

Com a presença do ministro da Saúde, José Gomes Temporão, cerca de 600 gestores de saúde e representantes de instituições de ensino de todo o Brasil participaram na quinta-feira, dia 04 de março de 2010, de uma ampla reunião com o objetivo de atualizar os profissionais da saúde que irão atuar nas ações preventivas da segunda onda da gripe pandêmica, H1N1.

O coordenador da Unidade Técnica de Políticas de Recursos Humanos em Saúde, Felix Rigoli, participou do evento, organizado em conjunto pela OPAS/OMS no Brasil e o Ministério da Saúde.

Os participantes receberam a versão preliminar de um material – denominado vademecum – formado por um CD que contém o manual de manejo clínico, vídeos instrucionais e artigos científicos que poderão ser usados na promoção de cursos para qualificação profissional.

Todos terão uma semana para avaliar o material e enviar sugestões, que serão consolidadas pelo grupo de trabalho coordenador pelo Núcleo de Educação em Saúde Coletiva (NESCON), da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). A elaboração do material preliminar foi coordenada pelas Secretarias de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde (SGTES) e de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério, em parceria com a UFMG. A versão final será entregue a aproximadamente 300 mil médicos e 292 mil enfermeiros, em parceria entre o Ministério da Saúde e os Conselhos Federais de Medicina (CFM) e Enfermagem (COFEN).

O objetivo do encontro é estabelecer parcerias institucionais para o enfrentamento da segunda onda da influenza pandêmica, além de garantir capacitação de qualidade aos profissionais que atuam no Sistema Único de Saúde (SUS). “Esse trabalho também poderá servir de suporte para construir uma rede de serviços completa e estruturada para o enfrentamento de outras pandemias”, disse o secretário da SGTES, Francisco Campos.

Participaram do encontro representantes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), dos Conselhos Nacionais de Secretários Estaduais (CONASS) e Municipais de Saúde (CONASEMS), dos Conselhos Federais de Medicina (CFM) e de Enfermagem (COFEN), da Associação Médica Brasileira (AMB) e da Associação Brasileira de Enfermagem (ABEN), além de membros do Grupo Executivo Interministerial, sociedades das especialidades médicas e representantes da Escola Técnica de Saúde (ETSUS); diretores de hospitais de ensino; coordenadores de cursos de medicina e enfermagem; coordenadores estaduais e municipais de Vigilância Sanitária e de Educação e Vigilância em Saúde; e coordenadores das redes de educação à distância do Ministério da Saúde das Universidades – Telessaúde Brasil, UnA-SUS e Rede Universitária de Telemedicina (RUTE).

A campanha nacional de vacinação contra a gripe pandêmica no Brasil inicia no próximo dia 8 de março e vai até 7 de maio, sendo dividida em cinco etapas, que acontecerão antes do início do inverno no País, quando é registrado o maior número de casos de gripe.


Contato: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Clique aqui para mais informações

Última atualização em Seg, 15 de Março de 2010 08:18

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595