Home


OPAS/OMS apóia pesquisa de vacina contra rotavirus no Brasil.

Trata-se do “Estudos de Monitoramento da segurança da vacina oral contra o rotavírus, utilizada e comercializada no Brasil”  O projeto tem por objetivo Monitorar o risco de intussuscepção* após a administração da vacina contra rotavírus em crianças de 6 semanas a 11 meses de idade, vacinadas nos serviços de saúde do SUS.

O desenho do estudo é caracterizado por um estudo multicêntrico caso controle pareado por idade (1:4), envolvendo o México e sete unidades federadas do Brasil, que compõem um sistema de Vigilância Ativa de Casos de Intussuscepção*. Fazem parte da abrangência do estudo as capitais dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio grande do Sul, Ceara, Bahia e Paraná.

Este projeto tem a colaboração e o financiamento da Organização Pan-Americana da Saúde - OPAS/OMS, Global Alliance for Vaccines and Immunizations (GAVI US Food and Drug Administration (FDA) Centers for Disease Control and Prevention (CDC), como parte da cooperação técnica entre OPAS e Brasil.

A supervisão do projeto é feito por meio da Gerência Saúde Familiar e Segurança Alimentar e nutrição da OPAS/OMS no Brasil, pelo consultor internacional Dr Brendan Flannery, pela Dra Lucia de Oliveira (OPAS/WC) e Coordenado por Ernesto Isaac Montenegro Renoiner OPAS/OMS no Brasil.

Os dados preliminares do estudo aponta para a inexistência de associação entre a vacina e os casos de invaginação intestinal. O resultado final do estudo deverá ser divulgado em 2º semestre de 2010.

* Intussuscepção – invaginação de uma porção do intestino para dentro de outra, resultando em redução do suprimento sanguíneos ao seguimento intestinal envolvido. Esta condição resulta em obstrução do intestino.

 

:: Eventos



Não há nenhum evento programado

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595