Skip to content

Programa de Cooperação Internacional em Saúde

Rede de Observatórios de RH em Saúde define agenda regional

A representação da OPAS/OMS no Brasil foi sede de amplo debate sobre novas estratégias de mobilização da Rede de Observatórios de Recursos Humanos em Saúde, após 10 anos de implantação da ferramenta. O debate, de seis a oito de abril de 2010, reuniu  representantes da Rede ObservaRH para discutir a Missão e Funções do Observatório, Marco de Organização da Rede, Estrutura de Governança, Estrutura de Tecnologia de Informação e de Comunicação (TIC), Cooperação Internacional, Parcerias, ÁreasTemáticos e Agenda de Trabalho.

Foram apresentados trabalhos documentando a forma de organização do Observatório Regional de RH (Mônica Padilha, da OPAS/Peru), do Observatório de RH Andino (Giovanni Escalante e Marco Ramirez, da OPAS/Peru) e da experiência da Jamaica para a criação de seu Observatório (Allison Annete Foster, da OPAS/WDC). As três experiências enriqueceram o debate e contribuiram para a formação de um consenso em torno de uma proposta matriz que possa ser adotada por todas as redes e estações de trabalho ao mesmo tempo em que preserva suas peculiaridades.

“A vantagem de se adotar este formato é a de conferir uma identidade visual para a ação ao mesmo tempo em que as especificidades são resguardadas”, explicou Charles Godue, coordenador da Unidade Técnica de Recursos Humanos da OPAS/WDC.

O grupo construiu uma agenda de trabalho que se estende até o final do mês de junho, quando deverá ser consolidada uma proposta de identidade visual para a rede de Observatórios, definidos temas mínimos para discussão e identificados indicadores de resultados que possam avaliar a capacidade de produção de conhecimento da rede e sua eficácia.

Também participaram do encontro regional José Baudilio Jardines da OPAS/WDC; Hernan Sepúlveda (PAN); Sabado Girardi (UFMG), Célia Pierantoni (IMS), Augusto Campos, Heloísa Mendonça e Márcia Turcato (OPAS/OMS), Márcia Sakai (MS), Patrícia Santos (MS) e  Janete Castro (UFRN), além do gerente da Unidade Técnica de Recursos Humanos da OPAS/OMS no Brasil, Felix Rigoli- que conduziu os debates, e o coordenador do Programa de Cooperação Internacional em Saúde da OPAS/OMS no Brasil, José Paranaguá de Santana. O encontro foi realizado no Brasília Palace Hotel, em Brasília.

 

ObservaRH

ObservaRH/Andino

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595