Organização Pan-americana da Saúde. Brasil

Skip to content



Destaques

Últimas notícias

Como parte da Iniciativa CARMEN, Secretaria de Saúde de Anchieta - ES vai monitorar doenças crônicas em adultos


Um projeto piloto para vigilância de doenças crônicas não-transmissíveis em pequenos municípios começa a ser implantado pela Organização Pan-Americana da Saúde, do Ministério da Saúde e da Secretaria de Saúde do Espírito Santo e Secretaria Municipal de Saúde de Anchieta a partir de junho de 2010. O projeto fará parte da Iniciativa CARMEN (Conjunto de Ações para a Redução e Manejo das Enfermidades Não-transmissíveis) no Brasil. Técnicos da OPAS, MS, SESA-ES participaram no último dia 17 de maio de uma audiência especial do Conselho Municipal de Saúde de Anchieta, para apresentar o projeto. O Conselho aprovou a proposta e ofereceu algumas sugestões ao projeto para os técnicos.

nullApós reunião na Secretaria de Saúde do Espirito Santo com o Dr. Pedro Benevenuto (gerente da Vigilância em Saúde) e com Dr. Romildo Andrade (técnico em doenças e agravos não-transmissíveis da vigilância epidemiológica - SESA/VE/DANT), as técnicas da CGDANT/SVS do Ministério da Saúde - Renata Yokota e Betine Iser e a consultora da OPAS/OMS no Brasil - Micheline Meiners, foram ao município de Anchieta para discutir a proposta do projeto com o Secretário Municipal de Saúde, Dr. Fayer Fonseca.

 

 nullA proposta, que foi apresentada por Renata Yokota ao Conselho Municipal, tem como base a aplicação do questionário do inquérito telefônico VIGITEL (CGDANT/SVS/MS) pelos agentes comunitários de saúde de Anchieta, com a supervisão de gerentes das UBS, que irão receber treinamento para a coleta de dados dos moradores, selecionados através de sorteio entre os mais de 14 mil usuários adultos das unidades da Estratégia Saúde da Família no município. Anchieta é o primeiro município de pequeno porte no Brasil a ser beneficiado.

 

Serão cerca de 500 entrevistas, que vão mapear fatores de risco/ proteção e prevalência de DCNT. A identificação e diagnóstico de portadores de doenças crônicas(diabetes, câncer, asma, doenças cardiovasculares, doenças respiratórias, etc), permitirá retratar como os usuários e suas famílias lidam com essas doenças. No caso dos não-portadores, o questionário vai identificar modos de vida que protegem ou que facilitam a entrada dessas doenças na vida das pessoas(tabagismo, sedentarismo, alimentação rica em gordura e açúcar, etc). Serão realizados entre os participantes exames antropométricos, laboratoriais e testes respiratórios para detectar eventuais doenças crônicas e verificar a situação dos órgãos vitais(coração, pulmão, rins, etc). Os primeiros resultados devem ser apresentados em dezembro.

 

Proyecto Mais Medicos

Campus Virtual

virus ebola na Africa

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595