Skip to content

Ministro da Educação participa do seminário nacional da SGTES

Imprimir E-mail

O Ministro da Educação, Fernando Haddad, participou na terça-feira (20 de julho de 2010) do Seminário Nacional da Gestão do Trabalho e Educação na Saúde, uma realização da SGTES/MS com o apoio da OPAS/OMS, em Brasília. O ministro compartilhou a mesa com o titular da SGTES, Secretário Francisco Campos.

O Ministro da Educação falou sobre a necessidade de reforma da grade curricular dos cursos da área da saúde para que o ensino e o serviço estejam de acordo com as necessidades da população e para que os profissionais do setor sejam capacitados em conformidade com as realidades locais. Haddad falou também sobre os três decretos e uma medida provisória assinados na segunda-feira, 19 de julho, pelo Presidente da República Luís Inácio Lula da Silva que conferem maior autonomia às universidades federais. Os atos foram assinados durante reunião do Presidente da República com os reitores da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais (Andifes).

Um dos decretos trata da autonomia orçamentária e administrativa das universidades federais. A medida prevê a abertura de créditos suplementares, pelo Poder Executivo, para as universidades federais e seus hospitais universitários. A partir da nova regra, será permitido que o orçamento não empregado pelas universidades até o final do exercício de cada ano possa ser reutilizado no exercício seguinte. O objetivo é conferir maior eficiência e agilidade à gestão financeira das instituições.

Também foi assinado pelo Presidente Lula o decreto que trata da contratação de servidores pelas universidades federais. As universidades poderão realizar, nos limites fixados pelo decreto, concursos públicos para substituição automática de técnicos administrativos, sem depender de autorização específica dos ministérios da Educação e Planejamento, Orçamento e Gestão. A medida vale para os casos em que houver vacância de cargos a partir de exonerações, aposentadorias e falecimentos, por exemplo, da mesma forma como ocorre para a contratação de professores. O último decreto assinado é sobre assistência estudantil, que até então estava regulamentada por portaria.

A medida provisória assinada durante a reunião disciplina a relação das universidades federais com as fundações de apoio, especialmente em relação aos convênios para realização de obras de melhorias em infraestrutura. De acordo com a medida, a atuação das fundações limita-se aos projetos de desenvolvimento institucional relacionados às atividades de inovação e pesquisa científica e tecnológica. Os decretos regulamentam o regime da autonomia universitária, previsto na Constituição Federal de 1988.

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595