Skip to content

Residência Médica em Países da América Latina

Imprimir E-mail

A capital do Paraguai, Assunção, será a sede de reunião sobre os Sistemas de Residência Médica em Países da América Latina, de 15 a 17 de setembro. O Ministério da Saúde do Brasil participa do evento por meio da SGTES. A consultora da OPAS/OMS naquela Secretaria, Denise Mafra, também estará na reunião.

O coordenador de ações estratégicas do Departamento de Gestão da Educação na Saúde da SGTES, Sigisfredo Brenelli, falará sobre a experiência dos ministérios da Saúde e da Educação na regulação e gestão das residências médicas no Brasil.
 
Após a reunião de Assunção será possível realizar um planejamento estratégico para competências e conteúdos mínimos por especialidade, de modo a permitir a mobilidade de profissionais médicos entre os países que compõem o MERCOSUL e também para encontrar uma diretriz para a formação de médicos que venham atender as demandas de profissionais em áreas prioritárias para os sistemas de saúde pública dos países.

No Brasil, há uma inovação na gestão das vagas para programas de especialidades médica, em face da dimensão continental do país. A SGTES apresentará os resultados parciais do apoio matricial a programas no Norte, Nordeste, Centro-Oeste que necessitam da expertise de instituições na oferta de programas de residência médica. A SGTES e a OPAS/OMS apóia 74 programas para novas vagas em especialidades necessárias ao SUS.

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595