Skip to content

Oficina de trabalho para técnicos da atenção primária à saúde no Haiti

Imprimir E-mail

A oficina de cooperação técnica promovida pela SGTES/MS com apoio da OPAS/OMS no Brasil iniciou no dia 04 de outubro de 2010 e segue até o dia 11, em Fortaleza, Ceará. A atividade integra as ações previstas na cooperação técnica Brasil/Cuba/Haiti para a formação de recursos humanos de nível médio da atenção primária à saúde no Haiti, que teve toda a sua infra-estrurtua, em especial a de Saúde, fragilizada com o terremoto ocorrido em janeiro deste ano. O gerente da UT de Recursos Humanos em Saúda da OPAS/OMS no Brasil, Felix Rigoli, participou da solenidade de abertura do evento.

Participaram da mesa de abertura representantes dos Ministérios da Saúde do Brasil, do Haiti e de Cuba, representantes da OPAS/OMS no Brasil e do Haiti, da Escola de Saúde Pública/CE, da Escola Técnica de Saúde/CE, além do Secretário de Estado da Saúde do Ceará e do Secretário Municipal de Saúde do Município de Fortaleza.

A delegação haitiana é composta por seis técnicos e a delegação cubana por 05 técnicos. Também estão presentes professores da Universidade de Tulane/Nova Orleans/Louisiana/EUA, interessados em apoiar a formação de oficiais sanitários no Haiti.  Ressalta-se, ainda, a presença das Escolas Técnicas de Saúde do Acre, da Bahia, do Paraná e de Blumenau/SC, que apóiam a cooperação disponibilizando professores para integrar a equipe de docentes brasileiros que atuarão nas formações no Haiti.
Os cursos iniciarão em Porto Príncipe, no dia 25 de outubro do corrente ano, com 05 turmas de agentes comunitários de saúde, totalizando cerca de 200 alunos.

Considerando que a formação de técnicos desenvolvida no Brasil articula ensino-serviço-comunidade e está centrada nos princípios e diretrizes da organização do sistema de saúde, a programação da oficina prevê momentos de discussão das estratégias de implementação da atenção primária à saúde, com ênfase na atuação das equipes de saúde da família e dos conselhos de saúde, na regionalização e nos fluxos da rede de atenção – sistema de referência hospitalar e serviço de atendimento médico de urgência (SAMU).

Durante a oficina serão realizadas visitas a unidades de saúde dos vários níveis de atenção, encontros com equipes de saúde da família e com conselhos de saúde estadual, municipal e local, visitas à Escola Técnica de Saúde do Ceará e entrevistas com alunos da educação profissional em processo de formação.  Ao final do encontro será elaborada uma proposta de operacionalização dos cursos de formação de técnicos de nível médio da atenção primária à saúde no Haiti.

Clique aqui para conhecer a programação

              

Última atualização em Sex, 15 de Outubro de 2010 15:36

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595