Skip to content

Programa de Cooperação Internacional em Saúde

Parceria OPAS/Fiocruz/UnB inicia Ciclo de Debates sobre Bioética e Diplomacia em Saúde

O Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde iniciou dia 04 de novembro de 2010, o Ciclo de Debates sobre Bioética e Diplomacia em Saúde, no Auditório do Bloco Educacional da Fiocruz Brasília. O Núcleo de Estudos é resultado de parceria entre a Fiocruz e a Cátedra UNESCO de Bioética da Universidade de Brasília (UnB), com o apoio do Programa Internacional em Saúde (TC 41) da Representação da OPAS/OMS no Brasil. Os debatedores foram o coordenador do Programa de Pós-Graduação em Bioética/Cátedra da UNESCO da UnB, professor Volnei Garrafa, e o coordenador do Centro de Relações Internacionais em Saúde (CRIS) da Fiocruz, Paulo Buss.

O encontro teve como tema central “Diálogo possível entre dois campos de conhecimento e prática: Bioética e Cooperação Internacional em Saúde”, com o objetivo ampliar as discussões em relação à agenda de reflexões sobre os direitos humanos no contexto das relações internacionais em saúde. O coordenador do TC 41, José Paranaguá de Santana, atuou como moderador do ciclo de debates.

Volnei Garrafa falou sobre “Bioética da Invervenção: uma proposta para os países periféricos no contexto do poder e injustiça”, e Paulo Buss abordou o tema “Diplomacia da Saúde: novas perspectivas e estratégias em Saúde Global”.

O professor Volnei Garrafa explicou a origem da Bioética de Intervenção, que surgiu na década de 90, como um contra ponto ao conceito até então dominante de bioética, que não considera as questões sociais, e reduzi o tema às áreas biomédica e biotecnológica. De acordo com Garrafa, a bioética de intervenção busca respostas para os temas persistentes, que são as desigualdades sociais. “A bioética de intervenção é politizada”, concluiu o professor.

O coordenador do CRIS/Fiocruz, Paulo Buss, avalia que o mundo esteja vivendo uma crise econômica do capitalismo, iniciada em 2008 nos Estados Unidos e que atingiu a União Européia, ampliando a pobreza no mundo e comprometendo a biodiversidade. Diante deste cenário, observa Buss, muitas nações estão se reinventando e renovando a democracia, como na Bolívia e em vários países andinos e africanos, mas ainda existem muitos desafios, principalmente na área da saúde, destacou o debatedor, que necessitam da solidariedade e da cooperação internacional para serem vencidos.

Felix Rigoli, gerente de Sistemas de Saúde da Representação da OPAS/OMS no Brasil deu as boas-vindas aos participantes do Ciclo de Debates. Também participaram do evento Eduardo Botelho Barbosa, assessor especial para Assuntos Internacionais do Ministério da Saúde; Jair Rocha, da Academia de Medicina de Brasília; Dora Porto, editora da Revista Brasileira de Bioética; Saulo Feitosa, do CIMI- Conselho Indigenista Missionário; Maria Célia Delduque, coordenadora do Programa de Direito Sanitário da Fiocruz/Brasília; alunos da Cátedra UNESCO de Bioética da UnB; pesquisadores e servidores da Fiocruz, além de consultores da OPAS.

Memória

O Núcleo de Estudos é uma parceria entre a Fiocruz, por meio do Centro de Relações Internacionais em Saúde (Cris), e a Cátedra UNESCO de Bioética da Universidade de Brasília (UnB), e conta com o apoio do Programa de Cooperação Internacional em Saúde (TC 41) da OPAS/OMS.

O objetivo do projeto é o de ampliar os espaços para debate sobre temas relacionados à saúde, realizar encontros técnico-científicos, além de capacitar pesquisadores. Instalado na Fiocruz/Brasília, o Núcleo de Estudos conta com o apoio institucional da Diretoria Regional de Brasília (Direb). Participaram do seminário alunos da Cátedra UNESCO de Bioética, professores e estudantes da UnB, pesquisadores da Fiocruz, consultores da OPAS/OMS e representantes da Academia de Medicina de Brasília.

O próximo ciclo de debates será no dia dois de dezembro. O evento será mensal e a programação será divulgada com antecedência, com inscrição no site da Fiocruz/Brasília. O ciclo de debates é aberto ao público.

Saiba mais

Assista o vídeo do debate

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595