Organização Pan-americana da Saúde. Brasil

Skip to content



Destaques

Últimas notícias

Ministério da Saúde lança Campanha Nacional de Combate à Dengue e divulga novos dados sobre a infestação pelo Aedes aegypti

nullO Ministro de Estado da Saúde, o Senhor José Gomes Temporão, lançou no dia 11 de novembro de 2010, em Brasília, a  Campanha Nacional de Combate à Dengue, e divulgou informações sobre a infestação pelo Aedes aegypti. A cerimônia contou com a participação de diversas autoridades, dentre elas o Dr. Enrique Gil, Representante da OPAS-OMS no Brasil; Dr. Gerson Pena, Secretário de Vigilância em Saúde; Dr. Eduardo Hage, Diretor do Departamento de Vigilância Epidemiológica; Dr. Giovanini Coelho, Coordenador do Programa Nacional de Controle da Dengue; Dr. José Enio do CONASEMS e Dr. Hebert Motta, Secretário de Estado da Saúde de Alagoas e vice-presidente do CONASS.

nullEm seu discurso inicial o Ministro falou da importância da parceria e articulação com as demais esferas do SUS, estados e municípios, para o enfretamento da dengue, e ressaltou  o papel da OPAS/OMS como um importante parceiro nessa e em outras ações voltadas para melhoria da saúde da população brasiliera.

A  campanha deste ano, traz  uma mensagem que reforça a responsabilidade do cidadão: “Dengue: se você agir, podemos evitar”. Ela foi embasada em uma pesquisa de opinião que revelou uma resistência das pessoas em mudar seu comportamento, apesar de 90% delas saberem como evitar a proliferação do Aedes aegypti, e conhecerem os sintomas da dengue. Assim, a nova campanha adotará mensagens mais diretas à população sobre a necessidade de que cada pessoa elimine os criadouros do mosquito transmissor em sua casa, e quanto a gravidade da doença. Para isso a campanha utilizará de midias impressas, rádio e televisão.

Durante a cerimônia, o Ministro, também apresentou os resultados parciais do Levantamento de índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) 2010. Essa metodologia permite identificar áreas com maior risco de transmissão da doença, tendo como indicador a infestação pelo Aedes agypti medida em cada município. Com essa nova metodologia os municípios ampliaram a participação no LIRAa. Este ano 425 cidades se propuseram a realizar o levantamento, um aumento de 151%  em relação a 2009 (169 municípios). Até 11 de novembro 2010, 300 municípios já haviam enviado suas informações ao Ministério da Saúde.
Os resultados, deste levantamento, revelaram que 15 municípios estão em risco de surto da doença no Brasil, incluindo duas capitais (Porto Velho/RO e Rio Branco/AC). Isso significa que, nesses municípios, mais de 3,9% dos imóveis pesquisados foram encontradas larvas do Aedes aegypti. Outros 123 municípios, sendo 11 capitais estão em situação de alerta, ou seja, entre 1% e 3,9% dos imóveis pesquisados tinham a presença de larvas do mosquito transmissor, e 162 cidades apresentam índice satisfatório, abaixo de 1%. Veja mais detalhes nas tabelas que seguem:

Os 15 municípios em risco de surto

MUNICÍPIO

ESTADO

Índice LIRAa 2009

Índice LIRAa 2010

Afogados da Ingazeira

PE

-

11,7

Ceará-Mirim

RN

-

11,4

Bezerros

PE

-

10,2

São Miguel

RN

-

8,5

Serra Talhada

PE

-

8,2

Rio Branco

AC

3,9

6,5

Ilhéus

BA

4,7

6,3

Floresta

PE

-

5,7

Simões Filho

BA

3,2

5,3

Mossoró

RN

4,2

4,6

Porto Velho

RO

2,6

4,4

Caicó

RN

-

4,2

Camaragibe

PE

2,7

4,1

Caetanópolis

MG

-

4,0

Epitaciolândia

AC

3,4

4,0

 

As 11 Capitais em Situação de Alerta
 

CAPITAL

Índice LIRAa 2009

Índice LIRAa 2010

Salvador

2,6

3,5

Palmas

4,3

2,7

Rio de Janeiro

2,9

2,4

Maceió

1,8

2,4

Recife

1,6

1,9

Goiânia

2,5

1,6

Aracaju

1,5

1,6

Manaus

1,4

1,5

Boa Vista

1,0

1,4

Fortaleza

1,0

1,2

Vitória

1,5

1,2

 

A OPAS/OMS no Brasil destaca a relevância da “Campanha Nacional de Combate a Dengue” como um elemento importante no controle desta enfermidade, principalmente por considerar o eixo da comunição e mobilização social como prioritário para o enfrentamento do problema, no marco da Estratégia de Gestão Integrada para Dengue (EGI-Dengue) fomentada pela OPAS/OMS e da Cooperação Técnica mantida com a República Federativa do Brasil para o período 2008/2012, que busca colaborar no aprimoramento do SUS, e melhoria da saúde da população brasileira.

 

Campus Virtual

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595