Organização Pan-americana da Saúde. Brasil

Skip to content



Destaques

Últimas notícias

Rede Amazônica de Vigilância de Resistência aos Antimaláricos (RAVREDA)

Criação

2001

Facilitador da Rede

OPAS/OMS
Roberto Montoya (consultor internacional para malária)

Quem a integra

Programas de controle de malária dos oito países amazônicos (Suriname, Guiana, Venezuela, Colômbia, Equador, Peru, Bolívia e o Brasil), OPAS/OMS, USAID, CDC, Farmacopéia dos Estados Unidos (Usp) e Organização MSH, Instituições de vigilância e controle e centros de investigação dos países.

Objetivos

Melhorar a gestão dos programas de controle de malária nos seguintes
temas:
Políticas de medicamentos
Acesso e uso de medicamentos
Acesso e qualidade do diagnóstico
Controle vetorial e entomologia
Análise de informação

Principais atividades

Reuniões Anuais de Avaliação
Reuniões de grupos técnicos
Oficinas de capacitação
Experiências-piloto
Investigação operacional
Desenho e padronização de instrumentos e protocolos
Newsletter semestral
Está planejada a constituição de fóruns virtuais para funcionamento de comunidades de prática em temas específicos.

Link

http://www.ops-oms.org/Spanish/AD/DPC/CD/ravreda-ami.htm

Filiação à rede

Seleção

Recursos financeiros

A USAID é a doadora, por meio do projeto AMI (Amazon Malaria
Initiative). Contrapartida dos países.

Papel da OPAS/OMS na Rede

Coordenação de atividades com os Ministérios da Saúde dos países.
Coordenação com sócios de assistência técnica (Usp, MSH, CDC).
Coordenação de ações sul-sul.
Cooperação no desenho de ferramentas, instrumentos, protocolos, monitoramento e avaliação de atividades.
Administração do grant com a USAID, por meio do qual se financiam as ações da Rede.
Coordenação de reuniões técnicas anuais e reuniões do Steering committee do projeto AMI que financia a Rede.
Elaboração de planos de trabalho com os países.
Atualização de página web na página do OPAS/OMS.
Elaboração do Newsletter.
Atualização e relatórios dinâmicos de base de dados de temas de trabalho da Rede.

Outras informações

RAVREDA é uma Rede formal de cooperação técnica em vigilância econtrole da malária. Tem uma estrutura de coordenação e hierarquia, em que os protagonistas principais são as gerências dos programas de malária nos Ministérios de Saúde e instituições nos países. A Rede foi criada e funcionou graças ao projeto AMI da USAID. Pensa-se na constituição de comunidades de prática em alguns temas específicos, sobre os quais já se criaram grupos de trabalho, mas não têm uma dinâmica espontânea de funcionamento em Rede.

 

Proyecto Mais Medicos

Campus Virtual

virus ebola na Africa

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595