Skip to content

2ª Oficina de Biossegurança em Saúde

Imprimir E-mail
Sample ImageNo dia 5 de novembro de 2010 foi realizada, no Auditório Izabel dos Santos na Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS/OMS) no Brasil, a 2ª Oficina de Biossegurança em Saúde. Dentre seus principais objetivos, a Oficina procurou discutir temas prioritários de biossegurança em saúde no país, com a finalidade de eleborar uma Agenda de Prioridades, bem como, nortear as futuras ações da Comissão de Biossegurança em Saúde.

Organizada pelo Comissão de Biossegurança em Saúde (CBS) do Ministério da Saúde (MS) e Departamento do Complexo Industrial e Inovação em Saúde (DECIIS/SCTIE/MS), o evento contou com a participação de representantes dos ministérios da Saúde e do Trabalho, da Anvisa, da OPAS/OMS no Brasil, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e da Fundação Ezequiel Dias (Funed).

A oficina foi dividida em duas partes: pela manhã, os participantes reuniram-se com o objetivo de discutir as iniciativas que estão sendo desenvolvidas em Segurança Biológica de Laboratórios. À tarde, foi realizado um painel de discussão sobre os elementos essenciais para a construção de uma agenda de prioridades de Biossegurança em Saúde. O debate destacou quatro pontos essenciais: aspectos técnico-científicos e operacionais, aspectos educacionais, aspectos fiscalizatórios e aspectos normativos. Essas temáticas foram selecionadas com base em levantamento prévio realizado pela Comissão, após consulta eletrônica em que laboratórios da área da saúde responderam quais são os problemas mais comuns enfrentados por eles em relação à Biossegurança e quais as possíveis soluções.

Quanto as aspectos técnico-operacionais foi proposto um planejamento estratégico com a Biossegurança inserida no sistema de gestão. No âmbito educacional, os participantes destacaram a necessidade de incorporar os currículos de cursos técnicos e de graduação na área da saúde disciplinas ou conteúdos programáticos que trabalhem a temática de Biossegurança. No plano fiscalizatório, foi sugerida a concessão de um selo de qualidade aos laboratórios que comprovem eficiência na área. Para receber esse selo, as instituições necessitariam cumprir alguns critérios pré-estabelecidos como, por exemplo, a adoção de uma equipe formada em Biossegurança e a realização de auditoria interna na área.

A oficina foi encerrada com o debate relativo ao âmbito normativo.

Para ter acesso aos documentos trabalhados na Oficina, clique nos links abaixo:

Para noticías referentes à 2ª Oficina de Biossegurança no Informe Ciência, Tecnologia e Inovação, clique aqui.

Sobre o lançamento da publicação "Biossegurança em Saúde: Prioridades e Estratégias de Ação", resultado da 1ª Oficina de Biossegurança em Saúde, clique aqui.

 

Última atualização em Qui, 20 de Janeiro de 2011 07:08

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595