Skip to content

Oficina de Trabalho dá sequência ao Projeto “Vida no Trânsito” em Campo Grande-MS

nullA comissão local do projeto “Vida no Trânsito”, coordenado pela OPAS/OMS no Brasil e pelo o Ministério da Saúde, desenvolveu mais uma oficina de trabalho na Capital sul-matogrossense, em 21 de janeiro de 2011. A oficina teve por objetivo apresentar a organização dos dados para identificação dos principais fatores de risco em acidentes de trânsito, de modo a proporcinar as bases para  posterior programa de intervenções em Campo Grande.

Os trabalhos contaram, ao longo do dia, com presença do Diretor-Presidente do órgão gestor de transporte e trânsito municipal – a AGETRAN, que sediou o encontro, com represenantes da Secretaria Municipal de saúde (SESAU), com técnicos da AGETRAN e da CIPTRAN (Cia Independente de Trânsito do Estado de Mato Grosso do Sul), com José Cardita da Global Road Safety Partnership, Victor Pavarino, pela OPAS/OMS no Brasil e Luiz Maciel, em nome do Ministério da Saúde e da Comissão Nacional do Projeto.  null

Da agenda de trabalhos constou a apresentação e análise dos dados obtidos, seguida da apresentação do sistema SIGO, para registro de ocorrências, gerenciado pela Secretaria de Segurança de Mato Grosso do Sul, além da apresentação das estatísticas obtidas entre julho-setembro de 2010 em Campo Grande, que irão subsidiar os programas de segurança de trânsito local.  Os próximos passos incluem a elaboração de programas relacioanados aos os fatores-chave nos locais de risco e,  posteriormente, a de projetos relacionados a outros fatores relevantes. A próxima Oficina será realzida em Fevereiro. null

Campo Grande é uma das 5 cidades que contempladas pelo Projeto “Vida no Trânsito” – nome brasileiro para o projeto RS10, financiado pela Bloomberg Philantropies em 9 outros países, com coordenação global da Organização Munidal de Saúde e suas unidades regionais. No Brasil o Projeto conta com uma contraparte do Governo Federal e o apoio da Global Road Safety Partnership nas açoes de capacitação das equipes técnicas das cidades. A John Hopkins University, junto a universidades brasileiras, promoverá a avaliação do Projeto no Brasil. Veja mais sobre a divulgação da oficina neste link.


Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595