Boletins Panaftosa

Home Rostos, Vozes e Lugares OPAS/Brasil participou da Reunião com Secretário de Saúde de Sobral/Ceará Dr. Carlos Hilton Albuquerque Soares para promover Rostos Vozes e Lugares.


OPAS/Brasil participou da Reunião com Secretário de Saúde de Sobral/Ceará Dr. Carlos Hilton Albuquerque Soares para promover Rostos Vozes e Lugares.

 No dia 19 de abril pela manhã, foi realizada uma reunião com Dr. Carlos Hilton Albuquerque Soares, Secretário de Saúde de Sobral. Participaram da reunião Dr. Diego Gonzalez e as Assessoras Técnicas da Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza.

Dr Diego Gozalez e Juliana Braga de Paula fizeram uma exposição sobre a iniciativa Rostos Vozes e Lugares, destacando os objetivos e a metodologia. Dr Diego falou ainda sobre as experiências de Olinda e Guarulhos e sobre o apoio das prefeituras,  ressaltnado seu poder de convocatória da gestão às políticas públicas desenvolvidas no município, para trabalhar de forma integrada rumo aos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio..
Sobral tem hoje 182 mil habitantes, com 94% da população coberta pela Estratégia Saúde da Família. Dr Carlos destacou também a implantação e dos 28 conselhos locais de saúde, bem como o desenvolvimento de estratégias que têm a participação social como pré-requisito, evidenciando a valorização da co-responsabilidade e do apoio social, pela gestão.
Cada unidade de saúde tem na entrada, uma sala de situação estruturada com uma metodologia versátil que permite fácil atualização e inclusão de informações. Segundo o secretário a facilitação do acesso da população aos dados contribui para a compreensão de que aquelas informações são resultados das políticas públicas desenvolvidas no município.

Falou ainda sobre a gestão integrada para o controle da dengue e do sucesso desta estratégia que foi motivada pela Secretaria de Saúde mas assumida pela prefeitura, estando o município desde 2009 quase sem casos confirmados de dengue. Citou ainda o projeto Flor do Mandacarú para atenção ao adolescente e o Trevo de Quatro Folhas que iniciou como um projeto e atualmente é uma política pública municipal. A política tem como objetivo reduzir a morbimortalidade materno-infantil, a partir da reorganização da atenção, envolvendo não apenas a rede assistencial e as políticas publicas, mas criando estratégias para o envolvimento e co-participação da comunidade.

O Trevo de Quatro Folhar é realizado em quatro fases, dando suporte e atenção às mães e crianças durante o pré-natal, parto, puerpério e período neonatal. Conta com a gestão integrada entre atenção primária e a rede complementar, o suporte de equipes multidisciplinares e com a participação das “mães sociais” que são pessoas da comunidade que recebem capacitação para acompanhar, no hospital e no domicílio, as mães que se encontram em situação de vulnerabilidade, identificadas pelas equipes da estratégia saúde da família. As “mães sociais” apóiam a amamentação, o fortalecimento da auto-estima e dos vínculos familiares e a prevenção de agravos relacionados ou não á prematuridade da criança, sendo remuneradas com base no salário mínimo.


A política é custeada diretamente pela gestão municipal que também recebe o apoio da comunidade, com a contribuição mensal das “madrinhas e padrinhos sociais”. Atualmente 100 famílias são acompanhadas por 100 “mães sociais”. Anualmente é realizado o Encontro Solidário da Mães Sociais”.

 A experiência de boa governança, a co-gestão das políticas públicas e os diversos projetos e ações desenvolvidas pelo município na busca de superação das desigualdades e que estão ligados aos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, ainda que não tenham ainda sido conectados sistematicamente a estes, são algumas das características que confirmam a importância da integração de Sobral à iniciativa Rostos Vozes e Lugares.

Dr Carlos destacou ainda a capacidade de superação e a solidariedade do povo sobralense.

Como encaminhamento, foi agendada uma visita do secretario de Saúde Dr Carlos Hilton Albuquerque Soares, e do Prefeito de Sobral José Clodoveu de Arruda Coelho Neto, ao Ministério da Saúde e à sede da Organização Panamericana de Saúde no Brasil em Brasília e uma reunião das assessoras Juliana Braga de Paula e Regiane Rezende com a equipe de Sobral no dia 04 de maio.

Nota preparada pela técnica Regiane Rezende - Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza em colaboração com a OPAS/OMS Brasil.

 

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595