Organização Pan-americana da Saúde. Brasil

Skip to content



Destaques

Últimas notícias

OPAS/OMS no Brasil apóia o combate à dengue no Rio

A OPAS/OMS no Brasil por meio de seu consultor, Haroldo Bezerra, prestou assessoria técnica a Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil do Rio de Janeiro/SMSDC-Rio no tema da dengue. A assessoria teve por objetivo aprimorar as ações de prevenção e controle deste agravo, em particular quanto as medidas relacionadas ao controle vetorial da doença, e foi também um desdobramento das visitas técnicas realizadas em 31 de março e de 6 a 8 de abril 2011 a esse município. 

Esta atividade foi organizada pela Secretaria de Vigilância em Saúde – SVS/MS, com o apoio da Secretaria de Estado da Saúde e Defesa Civil do Rio de Janeiro/ SESDEC-RJ, e ocorreu no dia 11 de abril de 2011.

A estratégia utilizada para a realização desta ação foi a de reunião virtual (videoconferência), onde se utilizou a estrutura do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde/CIEVS da SVS/MS e do município do Rio. Além  do corpo técnico do nível central da SMSDC-Rio das áreas de controle de vetores, vigilânci epidemiológica, comunicação e mobilização e da Superintende de Vigilância em Saúde do Rio, também participaram da videoconferência os técnicos reponsáveis pelo controle de vetores das 10 (dez) áreas programáticas do município.

Os trabalhos foram iniciados com a apresentação pelo técnico da SVS/MS, Fabio Gaiger,  da sistematização da proposta de intensificação das ações de controle, elaborada com o apoio da OPAS/OMS, MS e SESDEC-RJ, seguida de uma discussão sobre a implementação da proposta. Foi também tirado dúvidas sobre as operações de bloqueio de transmissão, principalmente quanto a melhor forma de sua integração com a estratégia proposta. Foi dada especial atenção quanto a necessidade de que as ações sejam coordenadas e articuladas com outra áreas da adminstração municipal, como exemplo citou-se a parceria realizada com a Companhia de Limpeza Urbana/COMLURB. Um outro ponto discutido foi sobre o fortalecimento da sala de situação, sua importância e necessidade. Uma experiência relatada sobre sala de situação foi do técnico da área programática 3.2/ AP 3.2, registrando que nessa AP a sala de situação para dengue já está em funcionamento, e é o local das tomadas de decisões da AP 3.2 para esse tema. Por último, se discutiu as pactuações e compromisso de cada ente federado. A Dra. Rosanna Iozzi, Superintendente de Vigilância em Saúde da SMSDC-Rio, encerrou os trabalhos reafirmando a necessidade do trabalho integrado com o MS e SESDEC, e reconheceu a importância da parceria e apoio da OPAS/OMS no combate à dengue.

 

Campus Virtual

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595