Home


Fundação Bloomberg visita cidades brasileiras para monitorar Projeto “Vida no Trânsito”, coordenado no País pela OPAS/OMS no Brasil e pelo Ministério da Saúde

Representante da Blommeberg Philantropies visita Belo Horizonte e Campo Grande nos dias 10 e 12 agosto de 2011 para acompanhar o progresso dos trabalhos realizados no âmbito do Projeto voltado à redução da morbimortalidade no trânsito em dez países. 

 

Na visita, Kelly Larson, da Fundação Bloomberg, participou de reuniões de trabalho, de apresentações da trajetória, do progresso e dos trabalhos realizados nas capitais de Minas Gerais e Mato Grosso, além de ter testemunhado, in locu, intervenções desenvolvidos no Projeto, em ações direcionadas aos principais fatores de risco nas duas cidades.

A missão da Bloomberg, uma da financiadoras do Projeto no Brasil (e nos 9 demais países, com a inciativa nomeada Road Safety in Ten Countries – RS-10), teve início já no dia 9 de agosto, pela noite, em reunião com consultores da OPAS para assuntos relativos à gestão do Projeto. Na manhã seguinte os trabalhos protocolares tiveram início na Prefeitura de Belo Horizonte, com abertura feita pelo Prefeito Marcio Lacerda. 

Encerada a mesa de abertura, com as falas da representante da OPAS/OMS no Brasil, Mercedes Cabello, de autoridades locais e do Governo Federal, foi feita a exposição da trajetória do Projeto pelo Dr. Otaliba Libânio, Diretor do Departamento de Análise e Situação da Saúde – Ministério da Saúde, coordenador da Comissão Nacional do “Vida no Trânsito”. Na sequencia, deu-se a apresentação do progresso do  Projeto em Belo Horizonte, pelo Eng. Ramon Victor Cesar, residente do órgão gestor de trânsito do Município – BHTrans e pelo Dr. Fabiano Pimenta, Secretário Municipal Adjunto de Saúde. 

Pela tarde, deu-se um tour de visitas a várias intervenções, onde a Sra.  Larson foi acompanhada pelos consultores da OPAS/OMS no Brasil, pela equipe local do Projeto (membros de Secretarias e órgãos municipais), representantes da Comissão Nacional do projeto e dos parceiros das ONGs Global Road Safety Partnership – GRSP e Embarq. 

O tour compreendeu o flash mob: “Um minuto pode valer uma vida” na Praça Sete, promovido pelo Mobiliza SUS e Academias da Cidade, composto em grande parte por idosos, em Belo Horizonte. A motivação da ação se deu pelo fato de os pedestres idosos correspondem a 35% dos atropelamentos fatais em BH, e a ação pretende despertar a atenção da população para este fato.O meio “flash mob”  uma performance repentina em local público, com musica e dança,  foi escolhido pois se trata de uma ação instantânea realizada pela população.

Nasequencia, deu-se uma visita à Escola Municipal Dom Bosco, para acompanhar o trabalho de educação para trânsito voltado a alunos do ensino fundamental, garantindo a segurança dos alunos no trajeto da escola integrada. O grupo, em seguida, fez uma visita à gerência de Operações da BHTrans, onde conheceu o trabalho de monitoramento eletrônico feito pela autoridade de trânsito municipal. O dia de trabalho encerrou-se com uma reunião de avaliação desta etapa, em sala de reunião da BHTrans. 

O dia seguinte, 11 de agosto, foi dedicado a uma reunião da Bloomberg com a ONG Embarq que, também financiada pela fundação, desenvolve um trabalho na área de transporte público em Belo Horizonte, paralelo às ações do Vida no Trânsito. Dado à proximidade das ações em ambas as frentes, os consultores da OPAS forma chamados a participar da apresentação da Embarq. Pela noite,  a missão da Bloomberg seguiu, com seus anfitriões para Campo-Grande, MS, a segunda etapa da visita. 

Em Campo Grande, agenda teve início às  8h00, no Hospital do trauma, coma s boas vindas do Prefeito Nelson Trad e os Secretários de Trânsito, Saúde e Educação. Em seguida, na sede da prefeitura na Esplanada (Avenida Calógeras), deu-se  Apresentação dos representantes do Comitê Intersetorial Local - GGIT - Gabinete de Gestão Integrada de Trânsito, como uma explanação do perfil/características do trânsito local, a coleta de dados e levantamento dos problemas do trânsito na cidade, assim como  os Programas e Projetos executados.

Como na capital mineira, os visitantes também participaram  e um tour para testemunhar intervenções  e o progresso da ações em Campo Grande: Blitz preventiva ao longo da Avenida Afonso Pena,  blitz para motociclistas na Av. Gury Marques pela Via Morena, mostrando os radares com redutores de velocidade e a câmera do "olho vivo" no avanço de sinal, além de intervenções infraestruturais de moderação de tráfego (traffic calming)a estrelas amarelas pintadas  no chão (rua Elvira de Matos) identificando locais de acidentes fatais, o “Placar da Vida” (identificando o núemro de dias sem acidentes com óbitos). Chegando à Agencia Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) deu-se a inauguração, pela representante da Bloomberg, da escultura "Memorial à Vida no Trânsito", em homenagem aos mortos e feridos no trânsito de Campo Grande. 

O progresso e resultados do projeto Vida no Trânsito foram avaliados já durante a visita, em reuniões entre os interlocutores da Bloomberg e Opas/OMS no Brasil, tanto em Belo Horizonte como em campo Grande. Em termos gerais, a representante da Bloomberg mostrou-se bastante satisfeita com o progresso dos trabalhos nas cidades visitadas, e particularmente impressionada com os resultados alcançados em Campo Grande, no que concerne a considerável redução de fatalidades no último trimestre, com as intervenções. “Mais do que um exemplo para o Brasil”, afirmou a Kelly Larson, “tem-se aqui um exemplo para o mundo no enfrentamento da grave questão das lesões e mortes causadas no trânsito”.

Nas duas cidades a representante da Bloomberg procedeu a entrega de etilômetros, adquiridos pela OPAS/OMS no Brasil, para auxiliar na as forças policiais locais nos trabalhos de fiscalização, bem como aparelhos de audioconferência, para facilitar o monitoramento das ações das cidades, por meio de reuniões periódicas dos pontos focais locais e a coordenação do projeto em Brasília.  Ao fim da missão, foram trazidas algumas considerações e recomendações para as próximas etapas do projeto. A avaliação geral da visita, contudo, foi bastante positiva, reforçando o entusiasmo das equipes de coordenação nacional, locais e de todos os parceiros envolvidos na causa. 

Confira neste vídeo a entrevista dada pela representante da Bloomberg a uma rede de televisão em Campo Grande. 

Veja mais detalhes sobre a visita nestes links:

·       BH apresenta ações e avanços do Projeto Vida no Trânsito

·       Auditora americana vem avaliar projeto Vida no Trânsito

·       Integrantes do GGIT se reúnem com representante da Fundação Bloomberg

Saiba mais sobre o “Projeto Vida no Trânsito” neste link , e mais sobre segurança no trânsito, no âmbito da OPAS, neste link .

 
 

:: Eventos



Não há nenhum evento programado

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595