Skip to content

OPAS/OMS participam em Painéis do 18º Congresso Brasileiro de Transporte e Trânsito, no Rio de Janeiro, em 19 e 20 de outubro de 2011

Consultora Regional em Segurança Viária (OPAS/WDC) e Consultor Nacional do Projeto Vida no Trânsito (OPAS/BRA) coordenam e debatem temas de segurança no trânsito em Congresso referência na área de transportes  no Brasil. 

 

19 de outubro, no painel de abertura do Congresso, promovido pela Associação Nacional de transporte Público (ANTP), a Dra. Eugenia Rodrigues, Consultora Regional em Segurança Viária na OPAS em Washington coordenou os trabalhos sobre o tema “O Uso da Motocicleta no Brasil” onde participaram Eduardo Vasconcellos (Assessor Técnico  e Presidente da Comissão Técnica de Meio Ambiente da ANTP,  Irineu Gnecco, da Secretaria Municipal de Transportes de São Paulo, Diretor Presidente da Transbetim - GT Motocicletas do Fórum Nacional de Secretários(as) e Autoridades de Transporte Público e trânsito e a Drs. Júlia Greve, Coordenadora do Departamento de Álcool e Drogas  da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego. 

O painel discutiu os erros cometidos na introdução da motocicleta no nosso país e os desafios que se apresentam para incorporar a motocicleta ao trânsito brasileiro de uma forma segura. Discutiu-se, especialmente, as possibilidades de reorganização do espaço viário, o treinamento dos motociclistas e a operação e fiscalização do trânsito.

No dia 20 de outubro, Victor Pavarino, Consultor Nacional do Projeto Bloomberg e assuntos voltados à temática de segurança no trânsito foi debatedor do painel Educação de Trânsito - Conquistas e Desafios. Este painel, coordenado pela Profa. Helena Raymundo (Coordenadora GT Educação de Transito - Comissão de Trânsito da ANTP) teve  participação de Luiz Carlos Mantovani Néspoli (Gerente de Educação no Trânsito - CET- SP) Roberto Meizi Agune, da Secretaria de Gestão Pública do Governo do Estado de São Paulo e Terezinha Azeredo Rios, Doutora em Educação e Pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Formação de Educadores - Faculdade de Educação – USP.

Sobre este tema, tem-se que após a entrada em vigor do Código de Trânsito Brasileiro  em 1998, a educação de trânsito passou a fazer parte obrigatória das competências dos órgãos do Sistema Nacional de Trânsito. Desde então, muitas ações vem sendo desenvolvidas e muito material produzido, tratando de temas como: ética e cidadania, respeito ao outro, solidariedade e tolerância. Mas o modelo de aplicação tem sido ineficaz e os esforços dos órgãos de transito não vem atingindo toda a sociedade. Este Painel discutiu este tema com vistas a identificar novas estratégias, a participação do voluntariado e o uso das novas tecnologias de comunicação e organização social. O representante da OPAS/OMS no Brasil trouxe a visão do setor de saúde relativamente ao tema, como contribuição para a discussão.  

Leia mais sobre o congresso neste web-link.

 


Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595