Skip to content

Margaret Chan participa de homenagem no INCA e destaca a necessidade do Brasil avançar no controle do tabaco

Imprimir E-mail

Em visita ao Brasil por ocasião da Conferência Mundial de Determinantes Sociais, a Diretora-Geral da Organização Mundial da Saúde, Margaret Chan, participou no dia 20 de outubro de 2011 de uma solenidade no Instituto Nacional de Câncer – INCA para a inclusão do nome José Alencar Gomes da Silva ao nome do referido Instituto. A solenidade aconteceu no Auditório Moacyr Santos Silva, na sede do Instituto, e contou com a presença do Ministro da Saúde, Alexandre Padilha; do Diretor-Geral do INCA, Luiz Antonio Santini; do Representante da OPAS-OMS no Brasil, Diego Victoria; e de familiares de José Alencar, representados pela viúva, Mariza Alencar, e seu filho, o empresário Josué Christiano Gomes da Silva.

José Alencar faleceu de câncer em março, depois de uma luta de quase 15 anos contra a doença. Foi Senador por Minas Gerais e Vice-Presidente do Brasil de 2003 a 2011. O Diretor-Geral do INCA iniciou o evento elogiando o ex-vice-presidente: “Ele enfrentou o câncer sem perder o gosto pela vida. E sempre dizia que devíamos escutar mais os pacientes. José Alencar possuía humanidade, coerência, fé no progresso e compromisso público”, destacou Santini. Filho do empresário e político, Josué Christiano se mostrou emocionado com a homenagem: “É um verdadeiro presente à memória de meu pai, justamente na semana em que ele estaria completando 80 anos de vida – uma vida de luta e de exemplo de amor pelo Brasil”.

Margaret Chan ressaltou a liderança que o Brasil estabeleceu no cenário mundial desde a presidência de Luiz Inácio Lula da Silva e destacou o papel de José Alencar nesse período. “Ele foi um grande homem e lutou contra o câncer sem deixar que isso interferisse em seu trabalho. Como servidor público, nunca esqueceu o seu povo”, afirmou.

Na oportunidade, a Diretora-Geral reconheceu o importância do INCA como Centro Colaborador da OMS, exemplificando a atuação do Instituto na implementação das diretrizes da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco e ressaltando que o Brasil necessita avançar na luta contra o tabaco. “A experiência que o INCA detém como Centro Colaborador da OMS neste tema certamente contribuirá decisivamente para que o país avance em muitas medidas de controle de tabaco atualmente empreendidas pelo Governo do Brasil, como a implementação dos ambientes coletivos totalmente livres de fumaça de tabaco, hoje limitado a apenas alguns Estados, o aumento de taxas e impostos sobre produtos de tabaco, a proibição da exposição de embalagens de produtos de tabaco e da propaganda em pontos de venda e a proibição do uso de aditivos e flavorizantes em produtos de tabaco. Com muita expectativa nós esperamos que o Brasil resista às interferências da indústria do tabaco e consiga obter êxito na implementação dessas medidas. Certamente isso contribuirá para que o país volte a ocupar a posição de destaque que historicamente sempre ocupou no cenário mundial de políticas de controle de tabaco”, disse a diretora.

No discurso de encerramento, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, revelou sua emoção ao lembrar uma passagem com o então ex-vice-presidente. Foi durante sua posse no Ministério da Saúde no início do ano, quando, mesmo debilitado pela doença, José Alencar compareceu e foi aplaudido por todos os presentes. “José Alencar será sempre lembrado pela forma forte como enfrentava a doença e a maneira como tocava na reflexão de cada um”, assegurou.


 

Última atualização em Sex, 04 de Novembro de 2011 13:59

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595