Skip to content

Diminuem os casos de dengue no Brasil em 2011

Segundo os dados divulgados pela Secretaria de Vigilância em Saúde/MS, até 1º de outubro, foram registrados 721.546 casos no país, excluindo os descartados. Comparando os registros de casos deste ano com igual período de 2010 verifica-se uma redução de 24% nos casos.

 

A região Sudeste lidera em número notificações, com um total de 343.731 casos, o que equivale a 47,6% dos casos notificados no país. Nas demais regiões foram notificados os seguintes números de casos: região Nordeste (184.663; 25,6%), Norte (113.638; 15,7%), Centro-Oeste (44.552; 6,2%) e Sul (34.962; 4,8%). Em uma análise por Unidades Federadas observa-se que quatro estados concentram 54,4% dos casos para o período analisado, são eles: Rio de Janeiro, São Paulo, Amazonas e Ceará (vide tabela 1).

Tabela 1. Comparativo de casos notificados de dengue entre as SE 1 a 39 de 2010 e 2011, por Região e Unidade Federada

                                                                                                                                                                  

Fonte: SINAN

Quanto aos casos graves foram notificados 10.620 casos suspeitos no país. Destes, 10.069 foram confirmados e 551 permanecem em investigação. A maior parte foi registrada na região Sudeste, que somou 6.216 notificações (61,7%). Três estados concentram 61,4% dos casos graves: Rio de Janeiro, 4.165 casos; Espírito Santo, 1.414; e Ceará, 603 . Em relação aos óbitos foram notificados 650 óbitos suspeitos. Destes, 468 foram confirmados e 182 estão sob investigação. Dois estados não registraram óbitos, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, e dez estados concentram 83% dos óbitos confirmados (RJ, SP, CE, GO, PE, RN, ES, PA, AM e MG).  O detalhamento do número de casos graves e óbitos estão na tabela 2.

Tabela 2. Casos graves e óbitos de dengue entre as SE01 a 08 de 2011, por Região e Unidade Federada.

 

Fonte: SINAN, SES, CIEVS

Em relação à circulação viral foi detectada a circulação dos quatro sorotipos do vírus dengue (DENV 1, 2, 3 e 4). Foram realizadas 17.416 inoculações, que resultaram em 5.417 amostras positivas, sendo que o DENV 1 foi isolado 86,1% das amostras positivas.

Figura 1. Número de sorotipos circulantes por Unidade Federada.

 

** No RS e PR isolamento de um caso importado de DENV 4

A Representação da OPAS/OMS no Brasil, em articulação com as instâncias de gestão do SUS, tem realizado uma série de ações que visam impactar na transmissão de dengue no país e evitar os óbitos por esta enfermidade, dentre as quais podemos destacar:

  • Apoio a capacitação de profissionais de saúde no adequado manejo de pacientes com dengue;
  • Apoio técnico a estados e municípios na área de manejo integrado de vetores;
  • Apoio na aquisição de insumos (kits diagnósticos e inseticidas);
  • Assessoria técnica a Coordenação-Geral do Programa Nacional de Controle da dengue, por meio de dois consultores (1 nacional e 1 internacional);
  • Apoio as Secretarias de Vigilância em Saúde e de Assistência a Saúde na revisão das Diretrizes Nacionais para a Prevenção e Controle de Epidemias de Dengue, realizada em 2011;
  • Apoio aos estados e municípios na contenção de epidemias (Amazonas, Ceará e Acre)
  • Apoio a revisão e aprimoramento dos planos de contingência (Espírito Santo, Goiás, Tocantins, Alagoas, Ceará, Amazonas e Acre)

Leia na integra o informe sobre a dengue elaborado pela Secretaria de vigilância em Saúde do Ministério da Saúde.

Fonte: SVS/MS

 

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595