Organização Pan-americana da Saúde. Brasil

Skip to content



Destaques

Últimas notícias

OPAS/OMS no Brasil presente em painel voltado à segurança no trânsito, no 10º Conferência Internacional de Saúde Urbana em Belo Horizonte, MG

A OPAS/OMS no Brasil apresentou no Congresso, na manhã de em 4 de novembro de 2011, o Plano de Ação para Segurança Viária aprovado em Resolução seguida a à 63a Sessão do Comitê Regional da Organização (51o Conselho Diretor, Washington, 26-30 de setembro de 2011). 

 

Na seção, compartilhada com apresentações  da Universidade Johns Hopkins e universidades a ela associadas em ações do Projeto RS-10 Brazil (localmente nomeado “Vida no Trânsito”), coube da OPAS/OMS no Brasil apresentar e discutir os conteúdos do Plano de Ação para Segurança Viária aprovado pelo Conselho Diretor. 

O tema principal abordado na Conferência foi a ação de saúde urbana em direção a equidade, com especial ênfase no contexto urbano, sua métrica, e intervenções. Este tema e outros foram exploradas por organizações internacionais, palestrantes.  A  conferência abordou como as instituições e os governos podem desenvolver e implementar intervenções que melhorem a equidade em saúde, com base na evidência de saúde urbana. Essas questões foram examinadas em vários áreas, como as alterações climáticas, poluição, atividade física, serviços de saúde, violência e segurança do trânsito, e lesões, habitação e infraestrutura de bairros e do ambiente urbano, a saúde reprodutiva e materna infantil, o determinantes sociais da saúde, uso de substâncias e populações vulneráveis​​, entre outros.

Sobre o plano ressaltaram-se os fatores de risco: velocidade, álcool, negligencia aos uso do cinto de segurança , capacetes e dispositivos de retenção para crianças. Na apresentação de Victor Pavarino (consultor nacional para segurança viária, OPAS/BRA), representado a consultora regional para segurança viária Eugenia Rodrigues (OPAS/WDC), foram lembrados aspectos importantes da proposta aprovada: objetivos claros, e cada qual destes trazendo indicadores e atividades propostas, todo eles a serem monitorados, analisados e avaliados pelo Conselho Diretor. Lembrou-se ainda o apoio verbalizado por vários dos representantes dos Estados Membros (pelo Brasil, o Dr. Jarbas Barbosa,  Secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde), muitos dos quais ressaltaram a carga representada pelas mortes e lesões causadas pelo trânsito em seus países.  

Lembrou-se, por fim, que o dia 28 de setembro, quando o 51o Conselho Diretor adotou o Plano em tela, pode ser celebrado um dia histórico para a segurança no trânsito, uma vez que as mortes e lesões causadas pelo trânsito são a primeira causa de mortes entre  pessoas de 5 a 44 anos nas Américas, sendo que mais de 140 mil vidas se perdem anualmente por esta causa na região.     

 

 

 

 

Proyecto Mais Medicos

Campus Virtual

virus ebola na Africa

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595