Organização Pan-americana da Saúde. Brasil

Skip to content



Destaques

Últimas notícias

O Estado do Acre recebe reconhecimento como um dos Campeões contra a Malária nas Américas em 2011

Em Washington, a OPAS/OMS comemorou em 8 de novembro o Dia da Malária nas Américas com o Foro "O roteiro para manter o impacto e ir para á eliminação” e reconheceu os três projetos finalistas do Premio Anual “Campeões contra a Malária nas Américas”, que este ano foram para Honduras, Brasil e Nicaragua.

O Brasil recebeu reconhecimento pelos trabalhos do Programa Estadual de Controle da Malaria do Acre. Este Programa alcançou uma redução de 93.863 casos de malaria em 2006 a 25.596 em 2010. Em 2006, frente a uma epidemia de malaria, o Programa do Acre pediu apoio ao Programa Nacional de Controle da Malária para integrar a atenção desta doença aos programas de saúde. Uma estratégia integradora incluiu mudanças na estrutura e da gestão do Programa estadual, o uso de testes rápidos para diagnóstico de malária em áreas de difícil acesso, mosquiteiros tratados com inseticidas de longa duração, mobilização social e educação para a saúde (http://youtu.be/-DCyO0ie84w).

Em Acre, o senador Aníbal Diniz registrou em Plenário a presença do estado entre os finalistas em premiação da Organização Pan Americana da Saúde (OPAS) informando que este evento reconhece estratégias bem sucedidas no combate da malária. Destacou a participação direta nesta experiência, do atual governador, Tião Viana, quem junto com a Secretaria da Saude do Acre, Suely Melo, recebeu o reconhecimento aos trabalhos feitos no Estado do Acre, durante a premiação desenvolvida na cidade de Washington.

Os prêmios do ano 2010 foram para a Fundação para a Vigilância em Saúde de Amazonas (SUSAM-Brasil), e para organizações da Colômbia e Suriname (http://bit.ly/tZ3sAv).Desta forma, por segunda vez, o Brasil recebe reconhecimento pelos trabalhos para o controle da malária.

No Foro especial coordenado pela OPAS/OMS, a Fundação Pan-Americana da Saúde e Educação (PAHEF) e o Centro para a Saúde Mundial da Universidade George Washington, participaram lideres internacionais e expertos das áreas de prevenção, controle e eliminação da malária e outras doenças que  indicaram que a carga da malária tem reduzido de forma importante nas Américas, e que a eliminação desta doença é factível em algumas áreas da Meso América e do Cono Sul.

 

Proyecto Mais Medicos

Campus Virtual

virus ebola na Africa

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595