Boletins Panaftosa

Home


OPAS-Brasil participa do 12º Congresso Brasileiro de Hansenologia e Congresso Regional ILA Américas

Imprimir E-mail

nullO 12º Congresso Brasileiro de Hansenologia e Congresso Regional da International Leprosy Association (ILA) Américas aconteceu de 23 a 26 de novembro em Maceió/AL com a participação de profissionais de diversas áreas da saúde, da pesquisa e da gestão em diversos cursos, oficinas, painéis, conferências e mesas redondas, tendo mais de 300 trabalhos apresentados.
A solenidade de abertura, no dia 23 de Novembro, contou com a presença de autoridades de instituições nacionais e internacionais entre elas, o Presidente da Sociedade Brasileira de Hansenologia e Presidente da ILA, o Embaixador da OMS para a eliminação da Hanseníase, o Coordenador da Unidade Técnica de Doenças Transmissíveis e não transmissíveis representando a OPAS/OMS-Brasil, o Presidente da ILA para as Américas, a Coordenadora Geral do Programa de Hanseníase e doenças em eliminação e a coordenadora estadual do programa de Hanseníase de Alagoas.
Durante a abertura, a OPAS/OMS-Brasil reiterou o apoio para o trabalho em prol da eliminação da hanseníase como problema de saúde pública no Brasil.

nullA análise epidemiológica dos últimos anos no Brasil tem evidenciado importantes avanços nos diferentes aspectos do manejo da doença. Estes resultados podem ser atribuídos ao trabalho desenvolvido pelo Ministério de Saúde em conjunto com as Secretarias de Saúde dos Estados e Municípios, Centros de Referência, Sociedade Civil, Instituições científicas e de classe e as organizações internacionais, como OMS, OPAS, ILEP, a Fundação Memorial da Saúde Sasakawa e a Fundação Nippon. É evidente a manutenção do compromisso de ampliar os avanços já alcançados e de aperfeiçoar as estratégias adotadas. Para isto, é de suma importância da participação de todos e das parcerias com os diversos organismos e instituições engajadas.

Na Agenda Estratégica 2011-2015 a SVS apresenta o objetivo de reduzir os riscos e agravos à saúde da população por meio de ações de promoção e vigilância em saúde, trazendo dentre as prioridades “Eliminar a hanseníase e outras doenças transmissíveis relacionadas à pobreza”. Por outra parte, durante a Assembléia Mundial de Saúde foi pactuada a realização do Monitoramento da Eliminação da Hanseníase em todo o Brasil. Este acordo também reflete o compromisso do Governo do Brasil com a eliminação da doença como problema de saúde pública no país e com as Estratégias Globais para a Redução da Carga da Hanseníase.

Última atualização em Ter, 29 de Novembro de 2011 16:41
 

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595