Skip to content

Diminuem os casos de dengue no Brasil

Imprimir E-mail

O Ministério da Saúde divulga informações atualizadas de casos de dengue no Brasil. Segundo os dados da Secretaria de Vigilância em Saúde/SVS, até 18 de fevereiro de 2012, foram notificados 57.267 casos no país. Deste total, 93 foram notificados como casos graves, e foram confirmados 5 (cinco) óbitos. Comparando esses resultados com igual período de 2011, o que se nota é uma redução de 66% nos casos notificados (166.016 casos em 2011), 97% nos casos graves (2.787 casos em 2011) e 87.5% nos óbitos confirmados.

As regiões Sudeste e Nordeste lideram em número notificações com 18.566 e 14.608 casos, respectivamente, o que equivale a 58% dos casos notificados no país. Nas demais regiões foram notificados os seguintes números: Norte (11.436), Centro-Oeste (9.552) e Sul (3.105). Os dados por estados estão na tabela 1.  

Tabela1. Casos notificados de dengue 2011 e 2012 comparados por Região e Unidade Federada*

 

* dados sujeitos à revisão

Em uma analise por estados constata-se que 10 estados concentram 74% casos notificados: RJ (7.182 casos); MG (5.534); TO (4.695); PE (4.514); GO (4.289); PA (3.906); ES (3.252); MT (3.019); PR (2.975) e CE (2.926).

Quanto aos casos graves e óbitos destaca-se o estado do Ceará com 2 (dois) óbitos, e o Rio de Janeiro com 26 casos graves. É importante registrar que os óbitos foram registrados em quatro das regiões Norte e Nordeste (AM, PA, Ceará e Rio Grande do Norte). Os dados detalhados são apresentados na tabela 2.

Tabela 2 – Casos graves e óbitos de dengue confirmados 2011 e 2012 por Região e Unidade Federada*.

 

* dados sujeitos à revisão

Com relação à circulação viral foram inoculadas 1.537 amostras, em todo o país. Destas, 219 foram consideradas positivas. Houve um equilíbrio nos isolamentos dos sorotipos DENV 4 (46%) e DENV1 (51%). O sorotipo DENV 2 foi isolado em baixa proporção (3%) e o DENV 3 não foi identificado na amostra. Foi observada uma maior predominância do DENV 4 nas regiões Norte e Nordeste e nas regiões Sudeste, Centro Oeste e Sul o predomínio do DENV 1.  (figura1)

Figura 1. Sorotipos circulantes, Brasil, 2012*

* dados sujeitos à revisão

A Representação da OPAS/OMS no Brasil, em articulação com as instâncias de gestão do SUS, tem realizado uma série de ações que visaram impactar na transmissão de dengue no país e evitar os óbitos por esta enfermidade, dentre as quais podemos destacar:

- Manutenção de um consultor nacional para dengue, por meio do 62º termo de cooperação OPAS/OMS e Ministério da Saúde – “Prevenção e controle da dengue no contexto da gestão integrada”;

- Apoio à aquisição de insumos (inseticidas e kits diagnósticos), por meio do fundo rotatório da OPAS/OMS, para o Programa Nacional destinados as ações de prevenção e controle da dengue no biênio 2011/2012;

- Apoio.a realização das reuniões macrorregionais de avaliação do PNCD.

 

 

 

Última atualização em Ter, 06 de Março de 2012 07:39

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595