Skip to content

Representante da OPAS/OMS no Brasil entrega “World no Tobacco Day Award” a Agenor Álvares

Imprimir E-mail

No dia 31 de maio de 2012, durante a celebração do Dia Mundial sem Tabaco, o Representante da OPAS/OMS no Brasil, Joaquín Molina, em nome da Diretora Geral da OMS, Margaret Chan, entregou a José Agenor Álvares o “World no Tobacco Day Award - 2012”. A solenidade aconteceu na sede da OPAS/OMS, em Brasília, numa cerimônia repleta de emoção pelo justo reconhecimento ao desempenho extraordinário do premiado na implementação de diretrizes da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco da OMS (CQCT-OMS) no Brasil.

José Agenor Álvares da Silva, Diretor da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, foi Ministro de Saúde do Brasil em 2005 e impulsionou a ratificação da CQCT-OMS pelo Brasil. Como Diretor de ANVISA, Álvares tem enfrentado nos últimos anos vários litígios da indústria fumageira contra medidas regulatórias editadas por esta agência para o controle do tabaco. Em 2011, o Diretor teve um papel decisivo na preparação de resoluções da ANVISA para restringir o uso de aditivos e saborizantes em produtos de tabaco, assim como na regulação da publicidade de tais produtos em pontos de venda, entre outras medidas que geraram resistência da indústria.

A Organização Mundial de Saúde utiliza como critério para conceder o World no Tobacco Day Award as relevantes contribuições de autoridades nacionais, personalidades públicas e organizações na luta contra o tabaco e pela implementação da CQCT-OMS no mundo. Em 2012, o tema central do Dia Mundial sem Tabaco de 2012, celebrado em 31 de maio, ressaltou a interferência da indústria do tabaco sobre as políticas públicas para a implementação da CQCT-OMS e o tema foi considerado como critério para selecionar ações desenvolvidas por personalidades ou instituições para a concessão do prêmio. O World no Tobacco Day Award 2012 este ano foi dedicado a distinguir ações centradas na necessidade de denunciar e contrapor as tentativas da indústria do tabaco para minar as diretrizes da CQCT-OMS, o primeiro tratado internacional de saúde que obriga os seus Estados Parte a aplicar uma série de políticas e medidas para reduzir o consumo de tabaco e proteger suas populações da exposição à fumaça do tabaco.

Estiveram presentes na cerimônia inúmeras organizações envolvidas na luta contra o tabaco no Brasil, como Ministério da Saúde, Instituto Nacional do Câncer - INCA Comissão para a Implementação da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco no Brasil – CONICQ, Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, Sociedade Brasileira de Cardiologia, Sociedade Brasileira de Pediatria, Associação Médica Brasileira, Escola Nacional de Saúde Pública – ENSP, Fundação Oswaldo Cruz – FIOCRUZ, Aliança Contra o Tabagismo – ACTbr, entre outras instituições da sociedade civil e científica.

O Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, foi representado pelo Secretário de Atenção à Saúde, Helvécio Miranda, que expressou a satisfação do Governo do Brasil em receber a maior premiação da OMS para tema de controle de tabaco através do Diretor Álvares, primeiro brasileiro a recebê-lo desde a sua criação.

Clique aqui para ver a entrevista de Agenor Álvares sobre o prêmio.

Última atualização em Ter, 03 de Julho de 2012 09:36

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595