Boletins Panaftosa

Home Página Principal Ministério da Saúde informa que a utilização oportuna do Oseltamivir reduz risco de óbito por Influenza A (H1N1)


Ministério da Saúde informa que a utilização oportuna do Oseltamivir reduz risco de óbito por Influenza A (H1N1)

null

O uso oportuno do Oseltamivir (Tamiflu) reduz risco de óbito para os pacientes de Influenza A (H1N1). Investigações epidemiológicas realizadas pela Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), do Ministério da Saúde, em parceria com as Secretarias Estaduais de Saúde de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, confirmam a eficácia do uso oportuno do medicamento Oseltamivir (Tamiflu) no tratamento da Síndrome Gripal (SG) e da Síndrome Respiratória Aguda (SRAG) por Influenza A (H1N1) e, consequentemente, na redução do número de casos graves e óbitos causados pela doença. No entanto, deve-se ressaltar que o quanto antes for ministrado o medicamento, maiores as chances de cura do paciente.

Após análise dos casos de SRAG por Influenza A (H1N1) no estado de Santa Catarina, a SVS observou que os 56 que evoluíram para cura demoraram no máximo três dias desde o aparecimento dos sintomas de SRAG até receberem o Tamiflu. No entanto, 50% dos pacientes que evoluíram para óbito demoraram mais de seis dias, a partir do início dos sintomas, para começar o tratamento com o medicamento.

Esses dados reforçam o conhecimento científico internacional acumulado desde a pandemia de 2009 de que o acesso rápido ao Oseltamivir é a melhor ação para evitar os casos graves e óbitos. Dessa forma, quem apresentar sintomas como febre alta de início repentino, acompanhada por dores musculares, dor de cabeça, mal estar intenso, tosse coriza e rinite, entre outros, deve, imediatamente, procurar um posto de saúde, onde o médico avaliará o caso, de acordo com o protocolo de tratamento da gripe recomendado pelo Ministério da Saúde, e poderá prescrever o uso do Oseltamivir, sem necessidade de aguardar resultados laboratoriais. O remédio é distribuído gratuitamente na rede pública de saúde.

Recomenda-se também às Secretarias de Saúde dos Estados e Municípios que descentralizem os estoques do medicamento, de maneira que as pessoas que o necessitam tenham acesso imediato, e divulguem amplamente entre os profissionais de saúde o Protocolo de Tratamento da Gripe – 2012 do Ministério da Saúde.

 

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595