Organização Pan-americana da Saúde. Brasil

Skip to content



Destaques

Últimas notícias

OPAS/OMS no Brasil acompanha pesquisa com grupos focais para subsidiar campanhas no projeto RS-10/Vida no Trânsito

Como parte das atividades voltadas à produção de campanhas para reduzir a morbimortalidade no trânsito, a OPAS participou, em 14 e15 de agosto de 2012, dos trabalhos que levantarão informações para a produção de material preventivo. Em seu conjunto de intervenções, o Projeto Road Safety in Ten Countries (RS-10), coordenado globalmente pela Organização Mundial de Saúde – OMS  com recursos da Fundação Bloomberg, prevê auxilio a ações voltadas ao marketing social na prevenção das mortes e lesões causadas pelo trânsito.

Neste âmbito, uma das ações desenvolvida em países que compõem o projeto é a produção de campanhas – vídeos, impressos, spots para rádios, entre outros, desenvolvidos a partir de elementos que informam os produtores das peças acerca do tipo de abordagem que demostra ter mais apelo junto a grupos amostrais pesquisados. 

No Brasil o RS-10 – nomeado “Projeto Vida no Trânsito” no País – terá o apoio da World Lung Fundation – WLF, que desenvolveu um projeto para identificar que tipo de abordagem para uma campanha de segurança no trânsito funciona melhor com os públicos específicos de um determinado país.

A WLF, junto a uma empresa nacional, organizará grupos focais em duas capitais que compõem o RS-10/Vida no Trânsito: Curitiba e em Belo Horizonte em Agosto de 2012. Em cada grupo focal WLF irá mostrar 10 comerciais de TV internacionais bem sucedidos em outros países, bem como outros, brasileiros, pré-selecionados pela equipe nacional do RS-10. Os participantes dos grupos focais serão solicitados a responder a um conjunto de questões, baseado em um protocolo padrão desenvolvido para todos os países em que ocorre o teste, em questões relacionadas à facilidade de entendimento de cada anúncio, se ele provoca certos sentimentos ou pensamentos, se é relevante para a sua vidas, e o mais importante: se eles moderariam o seu comportamento após ter visto o anúncio.  Com base nas respostas recolhidas por meio das metodologias quantitativas e qualitativas, a WLF irá produzir um relatório escrito, documentando sua recomendação para a produção de um comercial com melhor desempenho.

Em 14 e 15 de agosto se deram as primeiras sessões com grupos focais em Curitiba, com os testes tendo sido acompanhados por representantes da OPAS/OMS no Brasil, Ministério das Cidades e pontos focais do projeto. Em 20 e 21 de agosto a pesquisa terá sequencia em Belo Horizonte.  

 
 

Proyecto Mais Medicos

Campus Virtual

virus ebola na Africa

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595