Organização Pan-americana da Saúde. Brasil

Skip to content



Destaques

Últimas notícias

OPAS/OMS no Brasil participa de agenda de prevenção à morbimortalidade no trânsito em Curitiba-PR.

Na ocasião, a equipe de segurança viária da OPAS, junto aos interlocutores do Ministério da Saúde no Projeto  “Vida no Trânsito”,  participaram, entre 21-22 de fevereiro de 2013, de seminário, visitas e reuniões com o Prefeito e seu primeiro escalão, às Secretarias de Trânsito, de Saúde, ao DETRAN-PR  entre outras atividades. Na visita, o Secretário de Vigilância em Saúde Jarbas Barbosa, junto à coordenação do DASIS-SVS/MS emprestou importante peso às intervenções do projeto.  

Em Curitiba, números de 2011 apontaram 321 óbitos em 308 acidentes de trânsito na capital paranaense, com 1.514 vítimas graves (hospitalizadas). Segundo Vera Lídia Alves de Oliveira, coordenadora de diagnóstico em saúde da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), os acidentes de trânsito são as principais causas de morte e internação em Curitiba, gerando um custo muito alto para o setor da saúde. “O trânsito é o segundo fator responsável por mortes violentas na capital paranaense, perdendo apenas para as agressões. Atualmente, pela alta mortalidade, o trânsito é considerado um problema de saúde pública”, confirma. 

Dados do primeiro semestre de 2012, apresentados pelas secretarias locais, já revelaram 138 acidentes, que geraram 144 mortes 60 dos quais pedestres (particularmente idosos) e 39 motociclistas, o que inspirou a politica local a focar nestes grupos nos projetos futuros. 

O “Vida no Trânsito” é a denominação, no Brasil, do Projeto Road Safety in Ten Countries (“RS-10”), voltado à redução das mortes e lesões causadas no trânsito em 10 países. No Brasil, o Projeto começou a ser desenvolvido em cinco capitais: Belo Horizonte-MG; Campo Grande-MS; Curitiba-PR; Palmas-TO e Teresina-PI, com foco na qualificação da informação e na integração Intersetorial (Saúde, Segurança, Transporte, Trânsito, Educação, entro outros) e teve, a partir de 2012, sua metodologia expandida para as demais capitais brasileiras.

A visita da Coordenação do Projeto em Curitiba incluiu a participação da OPAS, Junto a autoridades Municipais, Estaduais e Federais no 1º Seminário da Secretaria Municipal de Trânsito, uma Reunião com o Prefeito, cúpula do Governo Municipal, interlocutores do Ministério da Saúde e presidente da Câmara de Vereadores do Município; Reunião com Técnicos das Secretarias de Trânsito e Saúde – agenda técnica na SMS e uma reunião com o Secretário Municipal de Comunicação.

No segundo dia de trabalho reservou-se ainda agenda para reunião na Secretaria de Trânsito com Superintendente e Diretores de setores, uma Visita a Centro de controle operacional de trânsito e transportes da URBS (órgão gestor de Transportes de Curitiba) e uma visita ao DETRAN-PR.


Leia mais sobre a visita, dados e outras informações sobre o projeto em Curitiba nestes links:

Projeto Vida no Trânsito divulga dados de Curitiba nesta quinta

Projeto Vida no Trânsito: dados mostram número de acidentes

Acidentes de trânsito causam 43 mil mortes por ano no Brasil

Prefeito recebe dados do projeto Vida no Trânsito

Pedestres são as maiores vítimas do trânsito de Curitiba

 

Campus Virtual

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595