Organização Pan-americana da Saúde. Brasil

Skip to content



Destaques

Últimas notícias

Terminologias: grande desafio para a interoperabilidade em e-Saúde

O projeto Visão de e-saúde do Brasil, alinhado com as orientações da publicação da OMS, National e-Health Strategies, contém conteúdos adaptados para o Brasil por grupo de trabalho liderado por Departamento de Informática do SUS do Ministério da Saúde. Os sete pilares, sugeridos pela OMS, foram reduzidos a quatro pelo Brasil, nomeadamente: Governança, Interoperabilidade, Infraestrutura e Recursos Humanos. O grupo de trabalho nacional, responsável pela interoperabilidade, possui o grande desafio de lidar com as terminologias.

Há muitos anos, um imenso trabalho é realizado no mundo para a criação de padrões de terminologias, que ultrapassem barreiras de idiomas, jargões, classificações, condições epidemiológicas distintas e etc. O problema da padronização de terminologias envolve doenças, procedimentos de diagnóstico clínico, desabilidades e medicamentos. Além da criação de bases de dados de termos, a dinâmica de padronização terminológica requer acordos internacionais e manutenção continua.

O grupo de Interoperabilidade do projeto Visão de e-Saúde do Brasil organizou um seminário no dia 05 de março de 2013, em Brasília, para o intercambio de conhecimentos e identificação dos atores no tema no cenário brasileiro.

A reunião contou com a introdução de três especialistas. Lincoln Moura lembrou os participantes dos marcos da estratégia de e-Saúde do Brasil. Jussara Rotzsch, que lidera o grupo da interoperabilidade, colocou a posição dos padrões terminológicos dentro do trabalho de grupo e Beatriz Leão apresentou o cenário internacional deste tema. Deram palestras sobre as próprias experiências, representantes da Secretaria de Atenção em Saúde do Ministério da Saúde e da Coordenação Geral de Documentação e Informação (a Biblioteca Virtual de Saúde, do Ministério da Saúde, desenvolveu uma grande experiência em terminologia e assuntos semânticos).

A Secretaria do Estado de Minas Gerais contribuiu com a sua história de oito anos de trabalho em tele consultoria de saúde. Além do mais, a reunião contou com importantes contribuições de personalidades do mundo acadêmico da saúde pública e de clínicos cardiologistas.

Este encontro de Brasília teve duas novidades: o envolvimento na edição do projeto de “Visão de e-saúde do Brasil” de profissionais de saúde pelos especialistas de tecnologia de informação; e o alinhamento dos participantes nos conhecimentos de interoperabilidade terminológica.

 

Campus Virtual

 

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595