Organização Pan-americana da Saúde. Brasil

Skip to content



Destaques

Últimas notícias

Vetores e Ambiente

Conceito

O meio ambiente possui um importante papel na determinação da distribuição das doenças transmitidas por vetores. Além da água e da temperatura, outros fatores tais como a umidade e a densidade, tipo do cultivo da safra, densidade da vegetação e habitação podem ser críticos para a sobrevivência de espécies diferentes de vetores transmissores de doenças. Todas essas doenças são mais presentes nos países mais pobres, e entre aqueles que vivem em condições de empobrecimento. Eles contribuem com o círculo vicioso de pobreza-doença.

O Gerenciamento Ambiental para o Controle de Vetores – (Environmental Management for Vector Control - EMVC) é uma das várias estratégias utilizadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e muitas outras agências de saúde pública na administração integrada e controle de insetos vetores, com o objetivo de reduzir a gravidade das doenças causadas por vetores na população humana. A estratégia vem associada a intervenções em outros setores. A OMS coordena o trabalho do Painel de Especialistas em Gerenciamento Ambiental para Controle de Vetores da OMS (Panel of Experts on Environmental Management for Vector Control - PEEM). Esta coordenação visa criar uma estrutura de colaboração entre as agências envolvidas a fim de promover o uso do EMVC como garantia de saúde nos projetos de desenvolvimento envolvendo os recursos hídricos e do solo e para promoção de saúde através dos programas e projetos de agricultura, ambiente, assentamento urbano e urbanização.

Documentos de Apoio

 

Campus Virtual

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595