Organização Pan-americana da Saúde. Brasil

Skip to content



Destaques

Últimas notícias

Conferência sobre telessaúde e saúde indígena no Canadá
Active ImageA cooperação entre os governos do Brasil e do Canadá possibilita a troca de informações e de experiências sobre o sistema de saúde dos dois países. O plano de trabalho definido pelas duas partes inclui a utilização de ferramentas do telessaúde e a ampliação do atendimento à saúde dos povos indígenas. O consultor Roberto Esteves, da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS/OMS) junto a Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES) do Ministério da Saúde fez parte da delegação brasileira que participou da Conferência da Sociedade Canadense de Telessaúde, em Ottawa, e que abordou a tecnologia como uma eficiente estratégia para a saúde indígena.

Realizada de três a oito de outubro, a iniciativa Brasil/Canadá ocorre no âmbito do Programa de Cooperação Internacional (TC 41) da OPAS/OMS, explica o consultor. De acordo com Roberto Esteves, a conferência realizada em Ottawa “foi uma grande oportunidade para apresentar as ações realizadas pela SGTES/MS valendo-se de ferramentas do telessaúde em combinação com os princípios da educação à distância, como os projetos do Telessaúde Brasil e a UNA-SUS (Universidade do SUS)”. Também participaram da delegação brasileira o pesquisador do Departamento de Endemias Samuel Pessoa da ENSP/Fiocruz, Paulo Cesar Basta; o professor da Universidade de Minas gerais, Humberto Alves; e o diretor de Atenção à Saúde Indígena da Funasa/MS, Flávio Nunes.

O consultor da OPAS/OMS mostrou a experiência brasileira no atendimento à saúde indígena, executado pela Funasa/MS. “Com o apoio da OPAS/OMS e do Núcleo de Telessaúde do Amazonas foram instalados equipamentos para ampliar a assistência à saúde das populações indígenas por meio do telessaúde. Além disto, existe a perspectiva da cooperação Brasil/Canadá construir um projeto conjunto para avaliar o desempenho do uso da ferramenta”.

Os participantes da conferência internacional visitaram a comunidade indígena de Bella Bella, na província de British Columbia, com cerca de 1.100 habitantes, e que utiliza o telessaúde como uma de suas principais ferramentas de apoio à assistência à saúde. O serviço de telessaúde foi instalado em um centro comunitário. O Health Canadá- que é o Ministério da Saúde do país, financia a ação, que é administrada pela comunidade.

O memorando de entendimento entre o Brasil e o Canadá foi assinado em maio de 2009 pelo ministro da saúde brasileiro, José Gomes Temporão, e pela ministra canadense, Leona Aglukkag, com o objetivo de aproximar conhecimentos e trocar informações sobre a organização dos sistemas de saúde dos dois países. Dentre os assuntos em discussão, destacam-se o telessaúde e a saúde dos povos indígenas. O memorando definiu planos de trabalho para serem desenvolvidos nos próximos cinco anos (2010-2015). 

 Outubro, 15 de 2009

 

 

Campus Virtual

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595