Skip to content

Unidade Técnica Gestão do Conhecimento e Comunicação

 

Fotografias do Chile, Equador e Argentina, e vídeos do Brasil, Honduras e dos Estados Unidos ganham concurso da OPAS/OMS

Fotografias do Chile, Equador e Argentina, e vídeos do Brasil, Honduras, e dos Estados Unidos ganharam o Concurso de Fotografia e Vídeo ProPAN (Processo para a Promoção da Alimentação Infantil), organizado pela Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) para promover a alimentação complementar de crianças nas Américas. Os trabalhos vencedores mostram crianças com idades entre 6 a 24 meses comendo por conta própria ou com a ajuda de um adulto. Aproximadamente 400 fotos e 15 vídeos de 21 países foram submetidos ao concurso, o qual destaca a importância de se acrescentar alimentos saudáveis e variados à dieta de uma criança a partir de 6 meses de idade, quando o aleitamento materno já não atende a todas as necessidades nutricionais.

Leia mais...

A administração pública brasileira incorpora cada vez mais estratégias e ferramentas de gestão do conhecimento e da informação

A Gestão do Conhecimento e da Informação é discutida como ferramenta de incorporação de novas estratégias para acesso, disseminação de informação em saúde na esfera pública para fortalecimento da participação social. O VII Congresso Nacional de Gestão do Conhecimento na Esfera Público (CONGEP) teve como tema “A gestão do conhecimento para a efetividade da administração pública com participação social” e contou com a experiência de vários órgãos do governo na implantação de modelos organizacionais, e em destaque, pelo setor da saúde, as iniciativas: 1) a democratização do acesso à informação em saúde com o exemplo da acessibilidade da Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da Saúde (BVS/MS) às pessoas com deficiência visual link de acesso ao portal e 2) a Rede Nacional de Pesquisa (RNP) como articuladora da pesquisa colaborativa, adotando como exemplo, a Rede Universitária de Telemedicina (RUTE). (Clique na fotografia para acessar o vídeo sobre gestão de conhecimento no setor da saúde

Leia mais...

Novidades da 66º Assembleia Mundial de Saúde

Com o objetivo geral de reduzir a mortalidade prematura em até 25% até o ano 2025, a luta contra as doenças não transmissíveis terá um papel importante na Agenda Pós 2015. Foi proposta uma discussão de Plano de Ação para a Prevenção e Controle de Doenças Não Transmissíveis 2013–2020 que se concentra no controle dos determinantes sociais em saúde. Com a movimentação aérea as emergências epidêmicas se disseminam com mais facilidade, o que torna difícil o monitoramento e controle pelos países. Um exemplo disso são os recentes mutantes de Coronavírus. O problema de alerta precoce de doenças altamente infecciosas foi colocado pelo Ministério de Saúde do Brasil.

Leia mais...

Brasil e OPAS/OMS juntos para a saúde global?

Em sua primeira visita oficial como Diretora da OPAS, no Brasil, em fevereiro de 2013, Carissa F. Etienne se reuniu com o Ministro da Saúde do Brasil, autoridades do governo do estado do Rio de Janeiro e Secretários do Ministério da Saúde. Visitas à Fiocruz, ao Centro Pan-Americano de Febre Aftosa (Panaftosa) e ao Instituto Nacional de Câncer (INCA) fizeram também parte de sua agenda. O vídeo Cooperação e Estratégias da OPAS com o Brasil na Visão de Carissa F Etienne desenha o projeto de acesso e cobertura universal à saúde e a parceria desejada com o Ministério da Saúde. (clique na fotografia para assistir o vídeo).

Leia mais...

Manter o peso ideal ajuda no controle da pressão arterial e da glicose

As doenças cardiovasculares são a segunda maior causa de morte no Brasil ficando atrás apenas das causas externas. Além do acesso aos determinantes sociais em saúde, a prevenção de doenças cardiovasculares se baseia no controle dos fatores de risco que, em parte, influenciam um ao outro. A hipertensão, cujo dia mundial é 17 de maio, é um dos fatores de risco mais importantes e está relacionada com o peso corporal. Experiências clínicas e estudos de meta-análises mostram que: a) o paciente com excesso de peso é frequentemente hipertenso (valores de tensão arterial acima de 140/90); b) a perda de peso reduz a pressão arterial.

Leia mais...
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 3 de 15

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595