Skip to content

Unidade Técnica Gestão do Conhecimento e Comunicação

 

Aplicação das linhas guias de e-Saúde da OMS e ITU por 14 países da região da OMS

A publicação National e-Health Strategy Toolkit produzida em conjunto pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e a União Internacional das Telecomunicações  (ITU) foi disponibilizada no ano 2012 para apoiar os Ministérios da Saúde na assimilação de tecnologia de informação e comunicação (TIC). Com vários níveis de adaptação, representantes de 14 países da Região da OMS apresentaram os seus resultados preliminares na implementação do guia. Augusto Gadelha, diretor de Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (Datasus), representou o Ministério de Saúde do Brasil e apresentou os desafios na padronização de plataformas, equipamentos e procedimentos de e-Saúde em ser o único país do mundo com Sistema Único de Saúde com mais de 100 milhões de habitantes. (Clique na fotografia para ver o filme Aplicação das Linhas Guias da OMS e ITU "Estratégia Nacional de e-Saúde": Experiências de 14 Países)

Leia mais...

Fotografias do Chile, Equador e Argentina, e vídeos do Brasil, Honduras e dos Estados Unidos ganham concurso da OPAS/OMS

Fotografias do Chile, Equador e Argentina, e vídeos do Brasil, Honduras, e dos Estados Unidos ganharam o Concurso de Fotografia e Vídeo ProPAN (Processo para a Promoção da Alimentação Infantil), organizado pela Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) para promover a alimentação complementar de crianças nas Américas. Os trabalhos vencedores mostram crianças com idades entre 6 a 24 meses comendo por conta própria ou com a ajuda de um adulto. Aproximadamente 400 fotos e 15 vídeos de 21 países foram submetidos ao concurso, o qual destaca a importância de se acrescentar alimentos saudáveis e variados à dieta de uma criança a partir de 6 meses de idade, quando o aleitamento materno já não atende a todas as necessidades nutricionais.

Leia mais...

Brasil e OPAS/OMS juntos para a saúde global?

Em sua primeira visita oficial como Diretora da OPAS, no Brasil, em fevereiro de 2013, Carissa F. Etienne se reuniu com o Ministro da Saúde do Brasil, autoridades do governo do estado do Rio de Janeiro e Secretários do Ministério da Saúde. Visitas à Fiocruz, ao Centro Pan-Americano de Febre Aftosa (Panaftosa) e ao Instituto Nacional de Câncer (INCA) fizeram também parte de sua agenda. O vídeo Cooperação e Estratégias da OPAS com o Brasil na Visão de Carissa F Etienne desenha o projeto de acesso e cobertura universal à saúde e a parceria desejada com o Ministério da Saúde. (clique na fotografia para assistir o vídeo).

Leia mais...

A administração pública brasileira incorpora cada vez mais estratégias e ferramentas de gestão do conhecimento e da informação

A Gestão do Conhecimento e da Informação é discutida como ferramenta de incorporação de novas estratégias para acesso, disseminação de informação em saúde na esfera pública para fortalecimento da participação social. O VII Congresso Nacional de Gestão do Conhecimento na Esfera Público (CONGEP) teve como tema “A gestão do conhecimento para a efetividade da administração pública com participação social” e contou com a experiência de vários órgãos do governo na implantação de modelos organizacionais, e em destaque, pelo setor da saúde, as iniciativas: 1) a democratização do acesso à informação em saúde com o exemplo da acessibilidade da Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da Saúde (BVS/MS) às pessoas com deficiência visual link de acesso ao portal e 2) a Rede Nacional de Pesquisa (RNP) como articuladora da pesquisa colaborativa, adotando como exemplo, a Rede Universitária de Telemedicina (RUTE). (Clique na fotografia para acessar o vídeo sobre gestão de conhecimento no setor da saúde

Leia mais...

Novidades da 66º Assembleia Mundial de Saúde

Com o objetivo geral de reduzir a mortalidade prematura em até 25% até o ano 2025, a luta contra as doenças não transmissíveis terá um papel importante na Agenda Pós 2015. Foi proposta uma discussão de Plano de Ação para a Prevenção e Controle de Doenças Não Transmissíveis 2013–2020 que se concentra no controle dos determinantes sociais em saúde. Com a movimentação aérea as emergências epidêmicas se disseminam com mais facilidade, o que torna difícil o monitoramento e controle pelos países. Um exemplo disso são os recentes mutantes de Coronavírus. O problema de alerta precoce de doenças altamente infecciosas foi colocado pelo Ministério de Saúde do Brasil.

Leia mais...
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 3 de 15

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595