Home Página Principal

Unidade Técnica Gestão do Conhecimento e Comunicação

 


Brasil e OPAS/OMS juntos para a saúde global?

Em sua primeira visita oficial como Diretora da OPAS, no Brasil, em fevereiro de 2013, Carissa F. Etienne se reuniu com o Ministro da Saúde do Brasil, autoridades do governo do estado do Rio de Janeiro e Secretários do Ministério da Saúde. Visitas à Fiocruz, ao Centro Pan-Americano de Febre Aftosa (Panaftosa) e ao Instituto Nacional de Câncer (INCA) fizeram também parte de sua agenda. O vídeo Cooperação e Estratégias da OPAS com o Brasil na Visão de Carissa F Etienne desenha o projeto de acesso e cobertura universal à saúde e a parceria desejada com o Ministério da Saúde. (clique na fotografia para assistir o vídeo).

Leia mais...
 

Novidades da 66º Assembleia Mundial de Saúde

Com o objetivo geral de reduzir a mortalidade prematura em até 25% até o ano 2025, a luta contra as doenças não transmissíveis terá um papel importante na Agenda Pós 2015. Foi proposta uma discussão de Plano de Ação para a Prevenção e Controle de Doenças Não Transmissíveis 2013–2020 que se concentra no controle dos determinantes sociais em saúde. Com a movimentação aérea as emergências epidêmicas se disseminam com mais facilidade, o que torna difícil o monitoramento e controle pelos países. Um exemplo disso são os recentes mutantes de Coronavírus. O problema de alerta precoce de doenças altamente infecciosas foi colocado pelo Ministério de Saúde do Brasil.

Leia mais...
 

Margaret Chan: sem negociação com a indústria do tabaco

No dia 20 de maio de 2013, Margaret Chan, Diretora Geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), abriu a 66º Assembleia Mundial da Saúde, órgão decisório supremo da OMS que se reúne em Genebra todos os meses de maio, com participação de delegações dos Estados Membros. Foram realçados pela Diretora os sucessos alcançados no controle das grandes endemias (HIV, malária e tuberculose) e pandemias (SARS e Influenza A H1N1) e a necessidade dos Estados Membros de trabalharem coordenados nas respostas às novas situações de emergências.

Leia mais...
 

Manter o peso ideal ajuda no controle da pressão arterial e da glicose

As doenças cardiovasculares são a segunda maior causa de morte no Brasil ficando atrás apenas das causas externas. Além do acesso aos determinantes sociais em saúde, a prevenção de doenças cardiovasculares se baseia no controle dos fatores de risco que, em parte, influenciam um ao outro. A hipertensão, cujo dia mundial é 17 de maio, é um dos fatores de risco mais importantes e está relacionada com o peso corporal. Experiências clínicas e estudos de meta-análises mostram que: a) o paciente com excesso de peso é frequentemente hipertenso (valores de tensão arterial acima de 140/90); b) a perda de peso reduz a pressão arterial.

Leia mais...
 

Brasil e Qatar tornam-se membros da International Agency for Research on Cancer

No dia de 16 de maio 2013, Brasil e Qatar tornaram-se membros da International Agency for Research on Cancer (IARC), agência da Organização Mundial da Saúde com sede em Lyon (França). O Globocan (Cancer Incidence and Mortality Worldwide) do ano 2008 coloca o câncer como terceira causa de morte no Qatar e no Brasil sendo a segunda. No Brasil os casos de câncer vão crescer em 75% nos próximos 20 anos. Este aumento só em parte é devido ao envelhecimento da população. Enquanto no norte do país há alta incidência de câncer relacionados com infecções (p.ex câncer do colo do útero pelo papiloma vírus), nos estados do sul e sudeste o aumento de incidência parece mais devido à mudança de estilos de vida e elevados padrões de desenvolvimento (p.ex câncer do pulmão, relacionado ao tabaco e a polução industrial do ar e o câncer da mama, relacionado com doenças crônicas metabólicas).

Leia mais...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 3 de 15

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595