Skip to content

:: Doenças Não-Transmissíveis

Documents

Order by : Name | Date | Hits [ Ascendant ]

Prevención y control de las enfermedades no transmisibles: aplicación de la estrategia mundial Prevención y control de las enfermedades no transmisibles: aplicación de la estrategia mundial

hot!
Date added: 07/13/2010
Date modified: 07/13/2010
Filesize: 89.12 kB
Downloads: 845

 Prevención y control de las enfermedades no transmisibles: aplicación de la estrategia mundial

Linhas de Cuidado: Hipertensão Arterial e Diabetes Linhas de Cuidado: Hipertensão Arterial e Diabetes

hot!
Date added: 10/28/2010
Date modified: 10/28/2010
Filesize: 3.39 MB
Downloads: 5562

Este documento foi desenvolvido numa parceria entre OPAS/OMS, Ministério da Saúde e Secretaria Municipal de Saúde de Diadema, como parte da estratégia de implementação da linha de cuidado para hipertensão arterial e diabetes em Diadema. A gestão de doenças crônicas impõe aos gestores de saúde o desafio de melhorar a qualidade do cuidado e trabalhar com maior integração entre os serviços, construindo linhas de cuidado e avançando no sentido da integralidade. Para enfrentar este desafio é necessário contar com trabalho interdisciplinar das equipes,investir na maior resolutividade das unidades de saúde de atenção primária, com oferta de ações oportunas e diversificadas e que comprovadamente colaboram com a melhoria da qualidade de vida e autonomia dos usuários nos seus processos de adoecimento.

O modelo de gestão que hoje se apresenta como mais apropriado para o cuidado de doenças crônicas, por ter sido validado e estar sendo utilizado em mais de 10 países, é o Modelo de Cuidado de Doenças Crônicas (MCC) desenvolvido por Wagner e colaboradores no MacColl Institute for Health Inovation de Seatle, EUA (WARNER, 1998; OMS, 2003).

O MCC faz uma abordagem organizacional da gestão integral de pessoas com doenças crônicas e avalia-se que poderá ser utilizado em municípios brasileiros para a implementação de atividades de estruturação, capacitação e avaliação de linhas de cuidado. Em Diadema se conta com o apoio e a cooperação técnica da OPAS e do Ministério da Saúde, que estarão colaborando tecnicamente nas suas etapas de implementação. A implementação desta proposta exige processos de Educação Permanente, que propõe mudanças das práticas profissionais baseadas na reflexão crítica sobre o processo de trabalho e incorporação de novos saberes no cotidiano das equipes, que estará sendo documentado para que possa ser replicado ou adaptado em outras realidades.

Gaining health: The European Strategy for the Prevention and Control of Noncommunicable Diseases Gaining health: The European Strategy for the Prevention and Control of Noncommunicable Diseases

hot!
Date added: 09/01/2010
Date modified: 09/01/2010
Filesize: 654.14 kB
Downloads: 534

                       

O documento foi organizado para oferecer uma abordagem estratégica para ajudar os Estados-Membros no reforço de ações e iniciativas contra as doenças crônicas não-transmissíveis. Com uma visão clara, metas e objetivos e seis mensagens-chave, está organizado em oito seções. Apresenta a justificativa para a ação, com base nos desafios enfrentados pelos países da Região Europeia da OMS e do potencial de ganho de saúde que a Prevenção e Controle pode trazer. Foi desenvolvido em resposta à solicitação feita pelos Estados-Membros na quinquagésima quarta sessão do
Comité Regional da OMS para a Europa, através de processo uma ampla consulta com os países, especialistas, organizações não-governamentais e outras partes interessadas.

Escritório da OMS para Europa, 2006.
Publicação em inglês

Estratégia Regional e Plano de Ação para um Enfoque Integrado para a Prevenção e Controle de Doenças Estratégia Regional e Plano de Ação para um Enfoque Integrado para a Prevenção e Controle de Doenças

hot!
Date added: 10/14/2009
Date modified: 09/15/2010
Filesize: 610.81 kB
Downloads: 1093

Aprovada pelo 47° Conselho Diretivo da OPAS em setembro de 2006, essa Estratégia Regional tem quatro linhas de ação que reconhecem que as doenças crônicas precisam ser priorizadas nas agendas política e da saúde pública; identificam a vigilância como componente essencial, reconhecem que os sistemas de saúde devem ser reorientados para responder às necessidades das pessoas com doenças crônicas; e assinalam o papel essencial da promoção da saúde e da prevenção de doenças. As quatro linhas de ação são vitalmente
interdependentes, visto que uma sem a outra deixa brechas enormes no alcance a todos os setores da população e na consecução do objetivo da Estratégia Regional de prevenir e reduzir a carga de doenças crônicas e fatores de risco comuns nas Américas.

 

Organização Pan-Americana da Saúde, 2007.
Publicação em português

Diretrizes e Recomendações para o Cuidado Integral de Doenças Crônicas Não-Transmissíveis: Promoção da Saúde, Vigilância,Prevenção e Assistência Diretrizes e Recomendações para o Cuidado Integral de Doenças Crônicas Não-Transmissíveis: Promoção da Saúde, Vigilância,Prevenção e Assistência

hot!
Date added: 09/03/2010
Date modified: 09/03/2010
Filesize: Empty
Downloads: 844

                 

O objetivo deste documento é iniciar uma reflexão sobre o modelo de assistência orientado para responder às necessidades das pessoas com Doenças Crônicas Não-Transmissíveis (DCNT), bem como propor diretrizes fundamentadas na integração das diversas políticas já existentes para convocar as diversas áreas do governo, organizações não-governamentais e a sociedade, na composição de uma rede de compromisso e solidariedade na mudança do modelo de atenção voltado às DCNT. O propósito é desencadear e fortalecer ações sinérgicas e sustentáveis de cuidado integral das DCNT que respeitem as especificidades de cada região de saúde.

Ministério da Saúde, 2008.
Publicação em português

<< Início < Anterior 1 2 3 Próximo > Fim >>
Página 2 de 3

Setor de Embaixadas Norte, Lote 19, 70800-400 Brasília, DF, Brasil
Caixa Postal 08-729, 70312-970 - Brasilia, DF, Brasil
Tel: +55 61 3251-9595