Cooperação técnica entre Brasil e Uruguai em vigilância em saúde ambiental

Imprimir E-mail

 Ocorreu entre os dias 05 e 09 de abril de 2010 na Cidade de Montevidéu várias capacitações em vigilância em saúde ambiental como atividades da cooperação técnica entre países, promovido pela Agência Brasileira de Cooperação – ABC. As instituições envolvidas foram o Ministério da Saúde do Brasil, Ministério da Saúde do Uruguai e a OPAS participou como convidada.

 A cooperação técnica estabelecida entre o Brasil e o Uruguai em vigilância em saúde ambiental prevê diversas atividades de capacitações, estágios e trocas de experiências em diversos temas de saúde ambiental, tendo como principal apoiar o fortalecimento institucional do Ministério da Saúde Pública do Uruguai, nas metodologias e programas de capacitação voltados para o impacto do ambiente na saúde favorecendo uma harmonização de políticas regionais de saúde ambiental no processo de integração do Mercosul.
Os objetivos específicos deste acordo são:

• Realizar capacitações técnicas na área de saúde ambiental;
• Planejar e desenvolver ações de vigilância de saúde ambiental nas áreas de interesse;
• Fortalecer as capacidades uruguaias em diagnóstico de situações de risco ambiental com impacto na saúde;
• Apoiar a integração regional (MERCOSUL).
Nesta atividade de capacitação foram abordados os seguintes conteúdos:
• O SUS e seus princípios.
•  A vigilância em saúde e a saúde ambiental no Brasil;
• Plano Integrado de Populações Expostas a Agrotóxicos;
• Áreas contaminadas – Gestão Ambiental e o SUS;
• Qualidade do ar e exposição a contaminantes atmosféricos atuação do setor saúde;
• Vigilância da Qualidade da Água para consumo humano;
 Sistemas de informação e a elaboração de indicadores de saúde ambiental;

 Estiveram presentes nesta capacitação cerca de trinta técnicos uruguaios representado o Ministério da Saúde do Uruguai, Órgãos de Gestão Ambiental, dentre outros. Os técnicos presentes se mostraram muito interessados nas experiências do Brasil e foi criada uma grande expectativa para as capacitações subseqüentes onde serão realizados estágios em nível federal e estadual em vigilância em saúde ambiental.
As atividades foram desenvolvidas por técnicos da Coordenação Geral de Vigilância em Saúde Ambiental e da Unidade Técnica de Desenvolvimento Sustentável e Saúde Ambiental da OPAS.