Tudo azul pelo Diabetes - 14 de novembro, Dia Mundial do Diabetes

 O Dia Mundial do Diabetes, 14 de novembro, trouxe a cor azul para as campanhas mundiais de divulgação e sensibilização em relação ao tema, seguindo exemplo da campanha para prevenção do câncer de mama, "Outubro Rosa". A data foi instituída pela Federação Internacional de Diabetes (IDF) e pela Organização Mundial da Saúde (OMS) desde 1991, e conta com o reconhecimento e apoio da Organização das Nações Unidas (ONU), que em dezembro de 2006 assinou uma Resolução reconhecendo o diabetes como uma doença crônica e de alto custo mundial. 

Todos os anos a IDF e OMS estabelecem um tema que é adotado por todas as entidades filiadas e os serviços de saúde de todo o mundo. Desde 2007, a IDF lançou a ideia de iluminar de azul alguns monumentos de diversas cidades em todo mundo, que ficou conhecido como o Dia Azul. No portal da campanha do dia mundial www.worlddiabetesday.org , se encontra disponível vários materiais da campanha deste ano. A organização Pan-Americana da Saúde elaborou um cartaz em português com o tema proposto para 2010, que está disponível para download  


 
Cartaz para o Dia Mundial do Diabetes em alta definição  (versão para impressão) 

 

 

 

 

Alguns municípios já estão participando da campanha cadastrando e iluminando seus monumentos de azul para as comemorações do Dia Mundial, como é o exemplo do Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília contam com monumentos que ganharam iluminação azul, para apoiar ações do Dia Mundial do Diabetes, que será realizado no próximo dia 14 em mais de 150 países.


Outros municípios também tem adotado iniciativas para a sensibilização da população para o tema: São Caetano preparou uma série de atendimentos à população com aferição de pressão, além de informações e prevenção, durante todo o mês em diferentes bairros. Confira na página da prefeitura (www.saocaetanodosul.sp.gov.br) e no Diario virtual do ABC (Sessão SeteCidades, pag 3)http://home.dgabc.com.br/diariovirtual/

Diadema realiza desde o início do ano, em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde e o Ministério da Saúde o programa "Linhas de Cuidado: Hipertensão Arterial e Diabetes", para fortalecer e qualificar o cuidado às pessoas com hipertensão e diabetes no município, garantindo a avaliação contínua e a melhoria da gestão do cuidado, através do enfoque multiprofissional e integral, por meio de cooperação técnica e compartilhamento de experiências.