Banco Mundial e OIT participarão de projeto estratégico coordenado pela OPAS-OMS para a implementação da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco - CQCT/OMS no Brasil

nullNo dia 6 de julho de 2011, a OPAS/OMS no Brasil se reuniu com técnicos do Banco Mundial, Organização Internacional do Trabalho e Comissão Nacional para Implementação da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco – CONICQ para identificar as possíveis contribuições das agências num projeto integrado que apoie a implementação da CQCT-OMS no Brasil.

O tema faz parte dos encaminhamentos pela OPAS dos acordos alcançado durante a “Oficina Tabaco, Doenças Não Transmissíveis e Desenvolvimento: a importância da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco no alcance dos objetivos do milênio”, em maio de 2011.

Entre os resultados da reunião, o Banco Mundial indicou a possibilidade de realização de um estudo sócio-econômico-financeiro, que permitirá o conhecimento preciso das condições da população de 60 municípios brasileiros produtores de tabaco que são incentivados pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário - MDA a diversificar sua matriz econômica.

A OIT manifestou a possibilidade contribuir tecnicamente na inserção e monitoramento dos aspectos trabalhistas e ambientais ao projeto, particularmente no que diz respeito às iniciativas que visem eliminar a utilização de mão-de-obra infantil nas lavouras do tabaco.

Participaram da reunião Glauco Oliveira (OPAS-Brasil), Edward Bresnyan (Banco Mundial), Ana Lúcia Monteiro (OIT) e Tânia Cavalcante (INCA-CONICQ).

Nos próximos dias, a OPAS-Brasil se reunirá com a UNODC e UNFPA para identificar as possíveis contribuições das agências no projeto integrado de apoio das Nações Unidas na implementação da CQCT-OMS no Brasil.