ACT promove seminário para fortalecer alianças estratégicas

nullA Aliança de Controle do Tabagismo – ACT promoveu no período de 8 a 10 de agosto de 2011, em Brasília, o IV Seminário Alianças Estratégicas para o Controle do Tabagismo.

O evento foi direcionado à ONGs e entidades de todo o Brasil que já desenvolvem ou tenham potencial para desenvolver ações para o controle do tabagismo e teve o objetivo de capacitar multiplicadores e fortalecer a rede da sociedade civil organizada.

O tabagismo é um dos importantes fatores de risco, juntamente com o sedentarismo, a má alimentação e o uso de abusivo de álcool, que contribuem para o aumento da prevalência e para o agravamento dos casos de doenças crônicas não transmissíveis. Por este motivo, foi discutida a agenda para o controle do tabagismo no Brasil e no mundo, no contexto da atual conjuntura política.

nullNa terça-feira, dia 9, os cerca de 80 participantes do evento foram ao Congresso Nacional para realizar atividades de advocacy entre os legisladores, onde discutiram medidas de proteção à saúde pública, como a adoção de ambientes fechados 100% livres de fumo, a proibição da propaganda de cigarros em pontos de venda e sua promoção e o aumento de preços e impostos.

O Brasil é signatário da Convenção-Quadro da Organização Mundial de Saúde para o Controle do Tabaco, tratado global de saúde pública que traz uma série de medidas comprovadamente eficazes para o controle do tabagismo. A Convenção-Quadro aborda temas como propaganda, publicidade e patrocínio, advertências, marketing, tabagismo passivo, tratamento de fumantes, comércio ilegal e impostos.

O evento também serviu de espaço integrado para a realização de diálogos que propiciem o fortalecimento das ações estratégicas de controle do tabagismo.


A OPAS-Brasil foi representada por Glauco Oliveira, consultor para o controle de tabaco.