OPAS/OMS apoia reunião de especialistas para gerar Guias Estratégicas em Entomologia para a região das Américas

Na Cidade de Guatemala, durante os dias 1 a 4 de novembro de 2011, como parte das atividades do projeto AMI RAVREDA, a OPAS/OMS desenvolveu importantes Reuniões para Gerar Documentos Estratégicos de Entomologia e Controle dos Vetores de Malária.

Participaram nesta reunião especialistas em entomologia, parceiros de AMI RAVREDA, do Research Triangle Institute RTI International, os doutores  Jacob E. Williams e Kathryn Welter, do Centro de Controle de Doenças de Atlanta ou CDC, as doutoras Norma Padilla e Audrey Lenhart, pela OPAS/OMS os doutores José Pablo Escobar (OPAS-Colombia) e Christian Frederickson (OPAS-Costa Rica). Também contou se com a participação dos doutores Marco Fidel Suárez e Martha Quiñones, destacados entomologistas. Contou-se com a presença da Mayira Sojo Milano, Coordenadora do Projeto AMI RAVREDA e Consultora Regional para Malaria pela OPAS/OMS.

Este grupo de especialistas teve discussões sobre a situação da gestão da entomologia na região das Américas e como apoiar la em suas necessidades. Os dois produtos deste trabalho foram a Estratégia para Tomada de Decisões em Control Racional de Vetores de Malaria na Região das Américas, um material estruturado para orientar o exercício em entomologia dos responsáveis pelos Programas e cujo conteúdo são os lineamentos fundamentais do componente de Entomologia do Projeto AMI RAVREDA. Os países participantes desta iniciativa tem validado este documento, integrando e testando suas diretrizes nos Programas Nacionais de Controle da Malária, para alcançar os melhores resultados em Controle de Vetores. Com base neste documento original e segundo estratos de transmissão, o donante do Projeto AMI RAVREDA, USAID, solicitou a elaboração de um segundo documento, cujo nome e Documento Estratégico para a Vigilância e Controle Vetorial em Malária em América Latina. Parte importante desta reunião em Guatemala esteve investida na harmonização destes dois documentos.

Dentro do Projeto AMI RAVREDA, a linha de Trabalho Entomologia e Controle de Vetores vem desenvolvendo atividades desde o ano 2004, momento desde o qual tem acontecido oito reuniões regionais para guiar a aplicação de estratégias e intervenções nos países. Neste período 2004-2011 as principais ações tem estado orientadas a padronizar as atividades regionais de vigilância entomológica, avaliar as medidas de controle, desenvolver bases de dados e sistemas de informação para analise da informação entomológica, a capacitação e implementação sobre vigilância da resistência dos mosquitos vetores de malaria aos inseticidas, a avaliação da aplicação dos inseticidas e estudos piloto na implementação dos mosquiteiros tratados com inseticidas de longa duração.

As versões definitivas destes documentos orientadores estarão disponíveis para os paises no primeiro semestre do ano 2012.