Dados da dengue no Brasil, 2013

No dia 25 de fevereiro de 2013, em uma coletiva de imprensa o Ministro Alexandre Padilha, acompanhado pelas seguintes autoridades: secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa; secretário executivo do CONASS, Jurandi Frutuoso; secretário executivo do CONASEMS, José Ênio; Coordenador Nacional do Programa da Dengue, Giovanini Coelho; anunciou os novos dados da dengue no Brasil até a 7ª semana epidemiológica (até 16 de fevereiro 2013).

Segundo os dados, até 16 de fevereiro de 2013, foram notificados 204.650 casos no país. Deste total, 324 foram notificados como casos graves e 33 óbitos. Comparando esses resultados com igual período de 2012, o que se nota é uma aumento de 190% nos casos notificados (70.489 casos em 2012), e uma importante redução de 44% nos casos graves (577 casos em 2012) e de 20% nos óbitos.

As regiões Centro-Oeste e Sudeste lideram em número notificações, com 80.976 casos e 80.876, respectivamente, o que equivale a 79% dos casos notificados no país. Nas demais regiões foram notificados os seguintes números: Norte (18.435), Nordeste (11.943) e Sul (12.420).

Em uma análise por unidade federada observa-se que 84,6% dos casos estão concentrados em oito estados: Mato Grosso do Sul (42.015 casos; incidência de 1677,2/100mil habitantes); Minas Gerais (35.334 casos; 178/100mil habitantes); Goiás (27.376 casos; 444,8/100mil habitantes); São Paulo (21.691 casos; 51,8/100mil habitantes); Rio de Janeiro (14.838 casos; 91,4/100mil habitantes); Paraná (12.040 casos; 113,8 /100mil habitantes); Mato Grosso (10.765 casos; 345,5/100mil habitantes) e (Espirito Santo 9.013 casos; 251,9/100mil habitantes). Do ponto de vista da incidência os maiores índices ficam com Mato Grosso do Sul, Goiás, Acre, Mato Grosso, Tocantins, Espírito Santo, Rondônia e Minas Gerais. Os dados detalhados de casos e óbitos estão nas tabelas abaixo.

Tabela 1. Comparativo de casos notificados 2012 e 2013*

 Active Image

* dados de 1º de janeiro a 16 de fevereiro

 

Tabela 2. Comparativo de casos graves e óbitos por dengue 2010 a 2013*

 Active Image

* dados de 1º de janeiro a 16 de fevereiro

Em relação à circulação viral, 52,6 % das analises realizadas foram positivas para o DENV4.

Foram também apresentados os dados de infestação pelo Aedes aegypti, resultado do levantamento rápido (LIRAa) realizado por 983 cidades. Este levantamento revelou que deste total, 267 cidades estão em situação de risco para dengue, 487 e 238 em situação satisfatória. Fazendo um recorte para as capitais o LIRAa apontou situação de risco em Palmas (TO) e Porto Velho (RO); de alerta em Belém (PA); Manaus (AM); Rio Branco (AC); Aracaju (SE); Fortaleza (CE); Maceió (AL); Recife (PE); Salvador (BA); São Luís (MA); Belo Horizonte (MG); Rio de Janeiro (RJ); Brasília (DF); Campo Grande (MS) e Goiânia (GO). Já Boa Vista (RR); João Pessoa (PB) e Teresina (PI) apresentaram índice satisfatório. Macapá (AP), Rio Branco (AC), Natal (RN), Vitória (ES), São Paulo (SP) e Cuibá (MT) estão sem informações; Florianópolis (SC) e Porto Alegre (RS) não têm transmissão.

A Representação da OPAS/OMS no Brasil, em articulação com as instâncias de gestão do SUS, tem realizado ao longo desse período uma série de ações que visaram impactar na transmissão de dengue no país e evitar os óbitos por esta enfermidade, dentre as quais podemos destacar:

  • Manutenção de um consultor nacional para dengue, por meio do 62º termo de cooperação OPAS/OMS e Ministério da Saúde – “Prevenção e controle da dengue no contexto da gestão integrada”;
  • Apoio à aquisição de insumos (inseticidas e kits diagnósticos), por meio do fundo rotatório da OPAS/OMS, para o Programa Nacional, destinados às ações de prevenção e controle da dengue;
  • Apoiada as ações de contenção da epidemia de dengue no Mato Grosso do Sul, em destaque as ações voltadas para Campo Grande.

 

Acesse aqui a apresentação realizada pelo Secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa.

Dados do LIRAa por região: Norte,Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul

Fonte e foto: Ministério da Saúde