Gestão de Informação

Imprimir E-mail

Gestão da Informação: para que exista uma gestão, primero deve existir antes um sistema integrado por um conjunto de componentes que armazenem, processem e distribuam informação (ciclo de vida evolutivo).

Nesta parte, se deve analizar  se a oferta de investigação corresponde à demanda requerida nos temas de saúde, por consiguiente se a produção científica do  país é utilizada e em que escala, para a generação de políticas públicas e melhora de sistemas, se a análise de indicadores métricos reflete a realidade do uso e aplicação entre o que produz e consome o usuário nacional.

  Figura 1. Ciclo de vida evolutivo da Informação

 

Acesse aqui

O conceito de informação apresentado por Belkin (1978), por exemplo, é bastante apropriado para a abordagem da área de gestão do conhecimento na ciência da informação. Segundo o autor, informação é a estrutura de qualquer texto (estrutura comunicável) capaz de modificar a estrutura cognitiva (conhecimento) de um receptor. Texto foi, na verdade, a palavra mais simples para descrever uma estrutura comunicável. Nesse sentido, são textos: mapas, tabelas, partituras, esculturas, gráficos, dentre outras formas de informação existentes. É importante chamar a atenção para a abordagem do autor sobre a pessoa que tem contato com essa estrutura comunicável, à qual chama de receptor. Por outro lado, o autor insere em sua abordagem da informação a figura do gerador, quando conceitua informação como uma mensagem propositadamente estruturada por um gerador que decide comunicar determinado aspecto de seu conhecimento, isolando-o, modificando-o e transformando-o em uma estrutura comunicável - o “texto".

Profa. Dra. Sely Maria de Souza Costa

Suas dimensões são:

      • O ambiente;
      • Os processos;
      • As pessoas;
      • A tecnología;
      • A infraestrutura;
      • Os produtos/serviços.
 

Sua aplicação:

 

A experiência da Biblioteca Virtual em Saúde  (BVS) sistema de gestão da informação desenvolvido pela BIREME com mais de 15 anos de experiência no desenvolvimento latino-americano por meio de vários recursos e fontes de informação tais como: LILACS, Portais de Eventos,  Redes Sociais, Meta-busca, Notícias, Diretório de Institus.

 

 Figura 2. Passos no desenvolvimento

 

Figura 3. Pontos chave para o êxito

Artigos recomendáveis disponíveis em texto completo:

Última atualização em Seg, 07 de Junho de 2010 19:10