Skip to content

Encontro discute os avanços do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa – PNEFA

Imprimir

Pará, 5 de outubro de 2010 - Durante o evento "Sustentabilidade da Pecuária Paraense - Encontro sobre o avanço do PNEFA no Estado”, foi assinada a certificação da mudança de classificação de alto para médio risco para as regiões do Arquipélago do Marajó e Baixo Amazonas.

O PNEFA é o programa responsável pela ações que visam tornar o país livre da febre aftosa. No Pará, Marajó e Baixo Amazonas já são áreas de médio risco para aftosa. O Estado tem agora apenas duas áreas para ocorrência de febre aftosa.

Promovido pela Secretaria de Agricultura do Estado (Sagri), Adepará, Ministério da Agricultura e Federação da Agricultura e Pecuária do Pará (Faepa), o evento aconteceu no auditório do Edifício Palácio da Agricultura, em Belém (PA).

Bastante prestigiados por autoridades do Estado, convidados locais e nacionais, e público em geral, o evento contou com a presença do estatístico Antônio Mendes, representando o diretor do PANAFTOSA, do Secretário Nacional de Defesa Agropecuária - Francisco Jardim, do Secretário de Estado de Agricultura - Cássio Alves Perreira, do Diretor-Geral da ADEPARÁ - Aliomar Arapiraca da Silva, do Pró-Reitor de Extensão da UFRA - Raimundo Nelson de Souza, do Superintendente Federal de Agricultura - Ademir Conceição Carvalho Teixeira, do Presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Pará (FAEPA) – Carlos Fernandes Xavier, do Chefe Geral da EMBRAPA Amazônia Oriental – Claúdio José Reis de Carvalho, dentre outros.

Na ocasião, SAGRI, ADEPARÁ, MAPA-SFA/PA, EMBRAPA, UFRA e FAEPA, encaminharam ao Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Wagner Rossi, o documento “Ações Estratégicas para a Sustentabilidade e a Competitividade da Pecuária Paraense”, que trata de questões consideradas fundamentais para empreender a mudança de paradigma de produção e consolidação da atividade pecuária no Pará, em moldes sustentaveis.

Também foi assinado o Termo de Cooperação Técnica entre o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará), visando o desenvolvimento e a execução de ações diretamente ligadas às áreas de defesa e inspenção sanitária e animal no Pará, possibilitando assim a troca de informações, intercâmbio de técnicos dos dois órgãos e aquisição de equipamentos e veículos para o desenvolvimento da defesa agropecuária.

O secretário de Estado de Agricultura, Cássio Pereira, pediu a Francisco Jardim, secretário nacional de Defesa Agropecuária do Ministério, que formalizasse cada passo a ser dado para a reclassificação definitiva do Pará como Zona Livre de Aftosa, e ampliasse o nível de cooperação técnica com o governo. Ele também solicitou a ajuda do Ministério nos procedimentos de bioestatística, a fim de definir as amostragens fundamentais para o processo de erradicação da aftosa.

A aliança firmada entre o governo do Estado e o setor produtivo, que tem cumprido as metas estabelecidas pelo Ministério da Agricultura, contribuiu para que o Pará melhorasse sua condição de risco no processo de erradicação da febre aftosa, destacou Francisco Jardim.

Carlos Xavier, presidente da Faepa, ressaltou a importância da parceria do setor produtivo com a Adepará, visando a erradicação da aftosa nos rebanhos bovino e bubalino do Estado. Segundo ele, o setor produtivo está aberto a novas parcerias com o setor público.

Cássio Pereira informou que existem hoje 115 mil estabelecimentos dedicados à pecuária no Estado, uma atividade de grande importância econômica e social. "Por isso, a pecuária recebe toda a atenção do governo estadual para seu crescimento ordenado e responsável, sem devastar o meio ambiente, ao mesmo tempo em que cumpre seu papel decisivo na economia do Pará", completou.

O secretário disse ainda que o Estado registra um crescimento significativo nas exportações da pecuária, que passou de U$ 90 milhões, em 2006, com apenas seis itens, para U$ 510 milhões, em 2009, com 14 itens exportados.

Números do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic) indicam que de janeiro a agosto de 2010 o Pará aumentou a exportação de carne desossada em 161%, a exportação de bovino para a reprodução em 50%, e de couro em 1.000%. "Dos 14 produtos da pauta de exportação, 12 têm saldo positivo em relação a 2009", frisou Pereira.

Última actualización el Martes 20 de Diciembre de 2011 11:47

Salud Pública Veterinaria - Centro Panamericano de Fiebre Aftosa
Av. Governador Leonel de Moura Brizola (antigua Av. Pres. Kennedy), São Bento  -  Zip Code: 25045-002 - Duque de Caxias, RJ - Brasil
Código de País/Ciudad: +55 21 Tel: 3661 9000 | Fax: 3661 9001 |  IP

Dirección del Laboratório de Referencia
 Av. Romulo Joviano, s/n - CEP 33600-000 - Pedro Leopoldo - MG - Brasil  -  Tel.: (5521) 3661-9064 - (5531) 3660-9649