O tema da campanha do Dia Mundial do Diabetes de 2016 é “De olho no diabetes”. As atividades e material da campanha enfocam na promoção da importância do diagnóstico precoce do diabetes tipo 2 e início imediato do tratamento para reduzir os riscos de sérias complicações.

O diabetes é um importante problema de saúde pública em todo o mundo. Estima-se que existem 415 milhões de adultos vivendo com diabetes em 2015 e este número tende a aumentar para 642 milhões em 2040. Um em cada dois adultos com diabetes não foi diagnosticado. Muitas destas pessoas convivem com a doença por longos períodos de tempo e desconhecem sua condição. Quando finalmente são diagnosticados, as complicações podem estar já presentes. Até 70% dos casos de diabetes tipo 2 podem ser prevenidos pela adoção de hábitos de vida saudável, o que poderia representar que 160 milhões de pessoas deixassem de adquirir a doença até 2040.

Com os níveis crescentes de má alimentação e inatividade física entre crianças e jovens em muitos países, a ocorrência de diabetes tipo 2 na infância e adolescência pode se tornar um problema de saúde pública com sérios resultados para a saúde. O tratamento do diabetes e suas consequências é responsável pelo gasto de 12% do total de recursos em saúde em todo o mundo, o que corresponde a cerca de US$670 bilhões. O número de pessoas com diabetes em países de baixa e média renda continuará a aumentar, impondo uma ameaça ao desenvolvimento sustentável.

O fato de 50% dos portadores de diabetes tipo 2 não ser diagnosticados, faz com que estes indivíduos estejam mais susceptíveis às complicações da doença. Em muitos países, o diabetes é a principal causa de cegueira, doenças cardiovasculares, insuficiência renal e amputação dos membros inferiores.

Dos 415 milhões de adultos em todo o mundo que vivem com diabetes, um em três irá desenvolver retinopatia devido ao diabetes, uma complicação da doença que pode levar à problemas de visão e até cegueira. O tratamento do diabetes e a prevenção das complicações começa na atenção primária à saúde e deve incluir exames de retina.

Fatores de risco

Os fatores de risco associados ao aparecimento de diabetes tipo 2 incluem:

  • Histórico familiar da doença
  • Sobrepeso ou obesidade
  • Dieta pouco saudável
  • Inatividade física
  • Idade maior que 60 anos
  • Elevada pressão arterial
  • Etnicidade
  • Glicemia elevada
  • História de diabetes gestacional
  • Má alimentação durante a gravidez

Os sintomas mais frequentes (a ausência de sintomas, entretanto, não significa ausência da doença)

  • Urinar frequentemente
  • Sede excessiva
  • Maior apetite
  • Perda inexplicável de peso
  • Cansaço e falta de concentração
  • Sensação de adormecimento de extremidades nos pés e mãos
  • Visão turva
  • Infecções recorrentes
  • Cicatrização demorada de feridas comuns
  • Distúrbios gastrointestinais

Sobre a data

O Dia Mundial do Diabetes é celebrado todos os anos no dia 14 de novembro, em uma iniciativa da Federação Internacional do Diabetes (International Diabetes Federation, IDF). A data foi criada em 1990 pela IDF e a Organização Mundial da Saúde. A partir de 2006, a data se tornou oficial pela aprovação da Resolução das Nações Unidas 61/225. A campanha tem por objetivo promover os esforços da Federação e coordenar, a nível mundial, a importância de ações conjuntas para enfrentar o diabetes como um tema de saúde global. A campanha é representada por um círculo azul, que significa a unidade da comunidade global em resposta à epidemia do diabetes.

Literatura Científica e Técnica sobre Diabetes

A BIREME/OPAS/OMS recomenda o acesso a documentos e fontes de informação científica e técnica [http://] na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) relacionada aos temas do Dia Mundial do Diabetes 2016.

Links de interesse

Federação Internacional do Diabetes (em inglês)

Sociedade Brasileira de Diabetes

Página da OPAS/OMS sobre o diabetes (em espanhol)

Página da OMS sobre diabetes (em espanhol)        

Página do Medline Plus sobre diabetes