Desenvolver a cultura e as condições para o uso do conhecimento e a evidência científica como um elemento das decisões no nível local dos sistemas de saúde segue sendo um grande desafio e oportunidade para enfrentar problemas de alto impacto para alcançar as metas de desenvolvimento sustentável da Agenda 2030.

Uma experiência recente está acontecendo com a participação e colaboração da BIREME, no desenvolvimento de uma síntese de evidências para redução da mortalidade materna no estado do Piauí. De fato, o problema da mortalidade materna merece atenção especial, vista às altas taxas de mortalidade materna no estado que, em sua maioria, está relacionada a causas preveníveis e com farta e forte evidência que podem ser consideradas pelo estado para reduzir a mortalidade materna.

A BIREME está colaborando com a elaboração de uma síntese de evidências, em especial com a identificação e análise da evidência em aspectos de qualidade, equidade e implementação das opções selecionadas de acordo com o contexto e caracterização do problema no estado do Piauí. As opções são:

Opção 1 – Rastreamento da hipertensão e pré-eclampsia na gravidez, que consiste em realizar o monitoramento de qualidade da pressão arterial pela Equipe de Saúde da Família durante toda a gestação e implementar o teste de proteinúria na Atenção Básica para as gestantes de risco.

Opção 2 – Regionalização perinatal e m-Saúde, que consiste em implementar sistema de envio de mensagens de texto via celular entre as gestantes de alto risco e as equipes de saúde da família para promoção e educação em saúde, prevenção de agravos e utilização dos serviços na Rede Regionalizada de Saúde.

Opção 3 – Capacitação das equipes de saúde na Atenção Primária à Saúde, que consiste em implementar ações de capacitação (encontros educativos, visitas educativas, práticas facilitadas, líderes locais de opinião, auditoria e feedback) que promovam mudanças cognitivas e de comportamento dos profissionais de saúde da família.

Piaui aEstas opções foram apresentadas e discutidas em um Diálogo Deliberativo realizado no município de São Raimundo Nonato, no dia 26 de julho deste ano, como parte da programação do I Simpósio Internacional de Saúde da Mulher, no qual tomadores de decisão, gestores dos diferentes níveis do Sistema Único de Saúde (SUS), trabalhadores da saúde, pesquisadores e representantes da sociedade civil organizada discutiram estratégias para redução da mortalidade materna no estado do Piauí.

As palavras da representante do legislativo neste Diálogo refletem muito bem a importância desta iniciativa:

“Agora eu tenho um discurso qualificado com base em dados e em evidências científicas, o que me permitirá uma “fala” com autoridade e sair do discurso do senso comum. O problema pode ser interpretado como complexo ou que requer de muitos recursos financeiros para ser resolvido, mas quando conhecido os dados, as evidências, nos damos conta que a solução passa por uma mudança de atitude. O conhecimento permite o empoderamento.”

Um pouco mais sobre a ação do uso das evidências no Piauí

Há muitos anos a BIREME vem realizando atividades para promoção do acesso e uso do conhecimento e evidências científicas por meio do Núcleo de Ensino, Pesquisa e Extensão em Educação Permanente para o SUS (NUEPES) da Universidade Federal do Piauí (UFPI). São cursos para o desenvolvimento de capacidades para acesso, análise, sistematização e aplicação das evidências no acesso para pesquisadores e gestores da saúde; e participação em eventos promovidos pelo NUEPES.

A atividade mais recente consiste na elaboração da síntese de evidências para redução da mortalidade materna do Piauí aplicando a metodologia SUPPORT promovida pela EVIPNet Brasil – Rede para Políticas Informadas por Evidências e pelo Departamento de Ciência e Tecnologia (DECIT) do Ministério da Saúde do Brasil.

 

Fontes de consulta:

Metodologia SUPPORT e EVIPNet: http://brasil.evipnet.org  

I Simpósio Internacional de Saúde da Mulher: Diálogo Deliberativo discute estratégias para redução da mortalidade materna no Piauí, disponível em: https://www.ufpi.br/ultimas-noticias-ufpi/32251-nao-publicar-i-simposio-internacional-de-saude-da-mulher-dialogo-deliberativo-discutem-estrategias-para-reducao-da-mortalidade-materna-no-piaui (acesso em 26 de agosto 2019)