A estrutura do Plano de Trabalho Semestral da BIREME / OPAS / OMS (PTB) para 2020-2021 foi aprovada pela Gerência Executiva e pela Diretora da OPAS / OMS, com quatro iniciativas, totalizando 36 produtos e serviços de informação científica. técnico, associado ao plano estratégico OPAS / OMS OPAS 2020-2025, o que possibilitará o cumprimento do programa de cooperação técnica e prioridades de gestão institucional do Centro no período considerando-se o aprimoramento constante dos seus produtos e serviços já consolidados como a Rede Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), o índice LILACS (Literatura Latino-Americana em Ciências da Saúde), o DeCS (Descritores em Ciências da Saúde) e os eventos técnicos e institucionais como a 8ª. edição da Reunião de Coordenação da BVS (BVS7) e a 11ª. edição do Congresso Regional de Ciências da Informação em Saúde (CRICS10).

Entre os principais enfoques destacam-se o alinhamento aos objetivos da Agenda de Saúde Sustentável das Américas 2030 (ASSA2030) e aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 para sinergias com instituições multisetoriais. E desenvolvimentos globais, sub-regionais e nacionais sobre gestão da informação e conhecimento e comunicação científica com estratégias e abordagens inovadoras para apoiar a sua implementação como por exemplo: Global Index Medicus (GIM) coordenado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), Sede e Escritórios Regionais; a Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) nos países da Região destacando as temáticas de Enfermagem e Medicina Tradicional e Complementaria (MTCI), MedCarib/CARPHA para o Caribe Inglés, e o suporte na retomada das Redes ePORTUGUÊSe e EVIPNet.

E ainda, os desenvolvimentos coordenados com os Departamentos Técnicos da OPAS/OMS Sede (por ex. a Base de Datos Base de Datos Internacional de Guías GRADE – BIGG, MedList e Legislação) e também novos e inovadores Produtos e Serviços: (1) Análise de impacto no uso dos produtos e serviços de informação desenvolvidos pela BIREME; (2) Dados Abertos das fontes de informação referenciais da BVS; (3) LILACS promovendo Ciência Aberta na Região; (4) Gestão de Projetos para apoiar o desenvolvimento de convênios com enfoque na mobilização e monitoramento dos recursos financeiros; e (5) Disseminação e visibilidade das experiências exitosas relacionadas ao ODS3 da Agenda 2030.

PTB grupo

Sobre a dinâmica de elaboração

A partir da análise das prioridades alinhadas à missão e objetivo institucional da BIREME incluindo-se retomada e revisão do PTB 18-19 e as recomendações dos Comitês de Governança, a direção, gerências e equipes do Centro em consenso definiram os Projetos, Produtos e Serviços para o biênio 2020-2021 agrupados nas já consolidadas quatro principais iniciativas que contribuem e impactam efetivamente os Resultados Intermediários 20, 21 e 22 do Planejamento Estratégico 2020-2025 da OPAS/OMS:

Gestão da Informação e Conhecimento. Reúne atividades de gestão, atualização e operação das fontes de informação da Biblioteca Virtual em Saúde, como LILACS, LIS, LEYES, DeCS e Diretório de eventos, além de atividades para o fortalecimento da Rede de colaboração da BVS, para promoção do acesso e uso da informação científica e técnica em saúde, desenvolvimento de capacidades, comunicação e redação científica, e de colaboração com as iniciativas GIM, ProEthos, entre outras;

Inteligência em Informação em Ciências da saúde. Tem como principais objetivos o fortalecimento do uso das terminologias em Ciências da Saúde para apoiar a organização e intercâmbio de conhecimento científico e técnico; a geração de infometria da produção científica e técnica da América Latina e Caribe publicadas em LILACS; o desenvolvimento de ferramenta para recuperação das fontes de informação da BVS de forma contextualizada nos sistemas de saúde; e a publicação de perfis nacionais, temáticos e regionais da produção científica da região;

Serviços de Informação. Reúne atividades de desenvolvimento, gestão e operação de serviços de informação em saúde que visam facilitar o acesso e uso da BVS e contribuir para a redução da brecha que existe entre o conhecimento científico e a prática na área da saúde. Estão considerados os serviços de tradução do conhecimento (eBlueInfo, Segunda Opinião Formativa – SOF e outros), o serviço personalizado “Minha BVS”, serviço de atenção ao usuário da BVS e o aprimoramento da interface de busca da BVS;

Liderança e Gestão da BIREME. Considera implementar completamente o novo marco institucional do Centro, em consonância com as recomendações dos seus Comitês de Governança (CA e CC) cujas reuniões ocorrerão duas vezes ao ano com a presença dos respectivos membros e especialistas nomeados e advindos dos países da Região. Ademais, manter a efetiva operação do Centro em consonância com as recomendações, políticas, procedimentos e processos da OPAS/OMS considerando a administração de compras e contratos, gestão efetiva e desenvolvimento de pessoal, gestão de viagens e eventos, provimento de infraestrutura de Tecnologias de Informação (ITI) e Predial, e ainda, apoio no monitoramento de projetos. Finalmente, manter efetiva a comunicação institucional e apoiar no monitoramento do PTB 20-21 da BIREME.

Um pouco mais sobre o Planejamento Estratégico da OPAS/OMS

O Plano de Trabalho da Organização Pan-Americana da Saúde 2020-2021 é um programa bianual que tem por objetivo apoiar a implementação do Plano Estratégico da Organização cuja versão atual foi definida para o período 2020-2025. Em resumo:

Com o tema “A equidade, o coração da saúde”, o Plano catalisa esforços nos Estados Membros para reduzir as inequidades em saúde nos países e territórios e entre eles, a fim de melhorar os resultados em saúde. Identifica ações específicas para enfrentar a desigualdade em saúde, como as recomendadas pela Comissão sobre Equidade e Desigualdades em Saúde nas Américas, com a orientação da Comissão de Alto Nível para a Saúde Universal. Quatro temas transversais são centrais para abordar os determinantes da saúde: a equidade, o gênero, a etnia e os direitos humanos. Além de destacar um enfoque multissetorial integrado, aplica estratégias de saúde pública baseadas em evidências, como a promoção da saúde, o enfoque da atenção primária à saúde e a proteção social em saúde, para abordar os determinantes sociais.

Além de abordar diretamente as prioridades regionais estabelecidas no ASSA2030, este Plano está alinhado com o 13º Programa Geral de Trabalho (13º PGT) da Organização Mundial da Saúde (OMS) e com outros mandatos regionais e mundiais em vigor durante o período de planejamento. A cadeia de resultados delineada contém 28 indicadores de impacto, 28 resultados intermediários e 99 indicadores dos resultados intermediários, todos revistos amplamente pelos Estados Membros e pelo pessoal técnico da Organização.

A OPAS/OMS continua com o seu enfoque de gestão baseada em resultados (GBR) para formular planos, cuidar da programação, preparar orçamentos e monitorar o desempenho.

PTB aprov

Para um eficiente controle da implementação do Plano de Trabalho, os resultados em produtos e serviços desenvolvidos pelas Representações e Centros Especializados são aferidos por meio das metas semestrais de indicadores. Ao final de cada semestre um relatório com o status de resultados (Performance Monitoring Assessment, PMA) – obtidos em cada um dos indicadores por cada um dos membros é gerado, socializando-se os resultados alcançados pela Organização em cada PTB, compondo os relatórios que avaliam o desempenho da Organização como um todo.

Finalmente, os resultados do biênio são também submetidos à consideração das autoridades de saúde nos países para que sejam refletidos os avanços além da identificação das oportunidades e o reconhecimento dos desafios e lições aprendidas também para mantê-los em foco e acomodados nos esforços e mecanismos de planejamento estratégico institucional e para toda a Região.