|||| Este conteúdo foi arquivado e não é mais atualizado. ||||


A OPAS/OMS no Brasil teve papel de destaque no XLIX Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (SBMT), realizada de 6 a 10 de agosto de 2013 o no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo, em Campo Grande/MS. O evento reuniu mais de 1,5 mil participantes de variados países, entre palestrantes, profissionais da saúde e estudantes de graduação e pós-graduação.

O tema central do congresso foi "Ambiente, sociedade e doenças tropicais nas fronteiras", e representou uma oportunidade ímpar para que pesquisadores, professores, gestores do SUS e estudantes de graduação e pós-graduação debatessem sobre a realidade dessas enfermidades no contexto das fronteiras. Por isso, o intercâmbio de experiências entre os pesquisadores brasileiros e dos demais países da América Latina foi uma das prioridades do Congresso.

A OPAS/OMS apoio este evento mobilizando seis expertos ligas a área de doenças tropicais (4 internacionais e 2 nacionais), abordando os seguintes temas: dengue, doenças negligenciadas e tuberculose.

Deve-se destacar que o Presidente do Congresso, Rivaldo Venâncio, em sua fala de abertura agradeceu o apoio da OPAS/OMS no Brasil e do Programa Regional da Dengue da OPAS/OMS para a realização das atividades cientificas do Congresso. Segundo o consultor Internacional, Santiago Nicholls, que representou a Organização Pan-Americana da Saúde e Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) na solenidade de abertura, o Brasil exerce uma grande liderança na América Latina e que os gestores da saúde pública têm se empenhado muito nas cooperações com outros países.