No debate “Saúde, Juventude e Combate à Violência”, moderado pelo Ministro da Saúde Alexandre Padilha foram apresentados indicadores importantes sobre a violência que atinge a juventude brasileira, com maior ênfase a população negra, onde pertence o maior número de vítimas no grupo de jovens, homens e negros. Também foram apresentados exemplos de boas práticas, um deles contou com a como convidada especial a americana Lori Toscano Diretora do City Health Departament – “Save Streets” que demonstrou a eficácia na redução das mortes por armas de fogo em varias cidades de Estados Unidos com um inovador modelo desenvolvido incluindo o ataque aos determinantes sociais das mortes e a inclusão social com promotores de redução do uso de armas de fogo.

Destacou-se também neste debate a ênfase dada à avaliação e ao monitoramento dos programas existentes no Brasil e no mundo enfocados no combate a violência priorizando os grupos altamente vulneráveis.

A OPAS/OMS no Brasil também esteve presente na presença de Rodolfo Gomez e Vera Xavier da Unidade Técnica da Família, Gênero e Curso de Vida, demonstrando seu compromisso com a eliminação de toda forma de violência.

Para obter mais informação sobre os trabalhos desenvolvidos pela Secretaria da Juventude e Juventude Negra clique aqui e aqui.

                                   

 

Fonte das fotos: Ministério da Saúde