Mais de 600 mil aficionados de todo o mundo estarão no Brasil assistindo os jogos da Copa do Mundo 2014. Dezenove dos trinta e dois países que participam da Copa Mundial notificaram casos de sarampo no ano 2013. Nas Américas, a transmissão endêmica de sarampo foi interrompida em 2002 e a de rubéola em 2009. No entanto, o sarampo e a rubéola seguem circulando em outras regiões do mundo. Buscando manter a eliminação do sarampo e rubéola nas Américas e considerando o risco de importação destes vírus diante da realização da Copa do Mundo de Futebol no Brasil, que acontecerá no período entre 12 de junho e 13 de julho, a OPAS/OMS apresenta suas recomendações à população geral.

A OPAS/OMS, no seu trabalho de cooperação, disponibiliza recomendações para a saúde do viajante, no que se refere à prevenção do sarampo e rubéola, que chega ao Brasil para participar da Copa do Mundo de Futebol 2014. 

Alerta de Saúde para a Copa - OPAS/OMS (em português, espanhol e inglês)
Recomendações da OPAS/OMS para manter as Américas sem sarampo e rubéola (em português, espanhol e inglês)
Video As Américas Vs Sarampion e Rubeola (em inglês e espanhol)
Saúde na Copa de 2014
– Ministério da Saúde do Brasil
Saúde do viajante
- Ministério da Saúde do Brasil