Entre os dias 24 e 26 de março, na cidade do Rio de Janeiro, foi realizada a XXIV Reunião Anual de Avaliação da Iniciativa Amazônica contra a Malária (AMI) e da Rede Amazônica de Vigilância da Resistência às Drogas Antimaláricas (RAVREDA). Em esta ocasião, a reunião contou com a participação de representantes de 19 países da Região das Américas, das principais agências de cooperação internacional e de renomeados pesquisadores do assunto.

A mesa de abertura da reunião contou com a participação do Diretor do Departamento de Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, Cláudio Maierovitch, do Representante da OPAS/OMS no Brasil, Joaquín Molina, do Diretor da Unidade Técnica de Doenças Transmissíveis e Análise de Situação de Saúde da OPAS/OMS, Marcos Espinal e do Coordenador da Iniciativa Amazônica contra a Malária, Jaime Chang.
 
Molina reforçou a importância de realizar o monitoramento da eficácia terapêutica dos antimaláricos na detecção precoce de alterações na sensibilidade às drogas utilizadas. 
 
Criada em 2001 pelos países da Bacia Amazônica, AMI/RAVREDA é um modelo inovador de cooperação que busca alcançar as metas propostas de redução da malária nas Américas com atividades alinhadas com a Estratégia e Plano de Ação da OPAS/OMS e dos Programas de Malária dos países.
 

 

Foto: Ricardo Echalar

Saiba Mais: RAVREDA/AMI