2018 svamericasEntre os dias 21 e 28 de abril deste ano, a região das Américas celebra a 16ª campanha da Semana de Vacinação nas Américas (SVA), com foco no futebol em razão da Copa do Mundo de 2018, que acontecerá em junho e julho deste ano. O lema da campanha é “Reforce suas defesas! #Vacine-se #AsVacinasFuncionam”, juntando o fortalecimento da defesa no futebol ao fortalecimento das defesas de seu corpo contra doenças que podem ser prevenidas por vacinação. 

Envolva-se. Conecte-se. Aprenda!  

Números

16 anos da Semana de Vacinação nas Américas

700 mil pessoas vacinadas no marco da Semana de Vacinação das Américas

6 doenças preveníveis por vacinação eliminadas das Américas Vacinação durante o curso de vida

Para jovens ou idosos, a vacinação garante um mundo mais saudável para todos hoje e no futuro. Desde que nascemos, as vacinas nos oferecem a proteção necessária para gozar de uma saúde melhor durante o curso de nossas vidas.

Sobre a Semana de Vacinação nas Américas

A Semana de Vacinação nas Américas é um esforço extraordinário dirigido aos países e territórios das Américas. As atividades da campanha:

  • Fomentam a equidade e o acesso à vacinação;
  • Fortalecem os programas nacionais de imunização para chegar às populações com acesso limitado aos serviços de saúde regulares, com as que vivem nas periferias urbanas, zonas rurais e fronteiriças e em comunidades indígenas;
  • Proporcionam uma plataforma para sensibilizar a população sobre a importância da imunização; e
  • Mantêm o tema na agenda política.

Semana de Vacinação ao redor do mundo

Desde 2012, celebra-se a Semana Mundial de Imunização. Abaixo, os links para as campanhas de cada região.

Campanhas anteriores

Em 2002, impulsionados por um surto de sarampo na Venezuela e na Colômbia, os ministros de saúde dos países da região andina propuseram uma campanha de vacinação internacional coordenada para prevenir futuros surtos. A participação dos países e territórios da Semana de Vacinação nas Américas é flexível e as metas e atividades dessa iniciativa são escolhidas conforme os objetivos nacionais de saúde.

Desde a primeira edição da SVA, realizada em 2003, centenas de milhões de pessoas de todas as faixas etárias foram vacinadas contra uma ampla gama de doenças preveníveis por vacinas, como é o caso do sarampo, rubéola, febre amarela, difteria, tétano, poliomielite e gripe, por meio das atividades realizadas no marco da iniciativa.